Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após vaias, Patrícia Amorim sai em defesa de Ronaldinho Gaúcho

Presidente do Flamengo diz que vaias na derrota para o Ceará, no Engenhão, foram injustas com o craque

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Vipcomm
Ronaldinho Gaúcho tenta dominar a bola, observado pela marcação do Ceará no Engenhão
O técnico Vanderlei Luxemburgo já saiu em defesa de Ronaldinho Gaúcho. Agora, foi a vez de a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, pedir paciência aos torcedores do Flamengo, que vaiaram o craque na derrota por 2 a 1 para o Ceará, quinta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Engenhão.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

Patrícia falou sobre Ronaldinho em evento no hotel Copacabana Palace para o lançamento do relógio em homenagem aos 30 anos da conquista do Mundial de Clubes de 1981. Ela espera que o jogador ainda brilhe com a camisa do clube, afinal foi contratado como principal estrela para esta temporada.

“A torcida deveria ter mais tolerância com ele. Conseguimos o primeiro objetivo (título carioca invicto). Na derrota, qualquer jogador está sujeito a ser vaiado, mas achei injusto. Ele é nosso capitão e tem total apoio e cumplicidade da diretoria. É o cara”, afirmou Patrícia.

O Flamengo disputa o jogo de volta contra o Ceará, quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O time precisa vencer por dois gols de diferença ou um, desde que marque três ou mais, para se classificar.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG