Há três jogos sem vencer, equipe corintiana tenta retomar a liderança diante de um adversário desfalcado

Foram duas pancadas (derrota para Fluminense e Santos ) e um empate sem gols com o São Paulo que serviu como espécie de esparadrapo para tapar as feridas. Depois de ficar grogue e despencar para o quarto lugar do Campeonato Brasileiro por conta de três partidas sem vitória, o Corinthians tenta se recompor às 16 horas (de Brasília) deste domingo, diante do Bahia .

Entre para a Torcida Virtual do Corinthians e convide seus amigos

Dois pontos abaixo do líder Vasco (44 contra 46), a equipe comandada pelo técnico Tite tem apenas um desfalque confirmado: o volante Paulinho está suspenso por cartão e dará lugar a Edenílson . O zagueiro Leandro Castán (contratura na panturrilha esquerda) e o atacante Liedson (dores crônicas no joelho esquerdo) não treinaram na véspera , mas estão relacionados. Se não jogarem, o que parece mais provável, Wallace e Danilo serão os respectivos substitutos.

Siga o iG Corinthians no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Chicão , que pediu dispensa da última partida ao saber que iria para a reserva, continua fora do time e até mesmo do banco. Desta vez, porém, o zagueiro foi barrado da lista de relacionados por opção técnica do treinador. "Ele continua o processo de treinamento para poder retornar. O Chicão precisa da retomada do seu ritmo normal. Não foi para o jogo anterior, agora é minha opção também continuar com os mesmos zagueiros", argumentou o comandante corintiano.

O zagueiro Chicão não ficará nem no banco de reservas na partida contra o Bahia
AE
O zagueiro Chicão não ficará nem no banco de reservas na partida contra o Bahia

Independentemente da formação em campo, não resta dúvida a Tite de que será preciso vencer. Se no último clássico um empate era visto como suficiente para remediar a crise instalada, o duelo contra o Bahia tem um triunfo como único resultado imaginado por todos no clube.

"Cada jogo tem seu caráter decisivo, importância muito grande. Para nós, neste é muito importante termos um bom desempenho, com consciência defensiva, mas buscando a vitória. Isso vai nos remeter a ficar na parte de cima da tabela, talvez até a retomar a liderança", disse o treinador, que talvez tenha sido o principal alvo dos golpes recebidos nas últimas semanas.

No Bahia, são vários desfalques para o técnico Joel Santana . O lateral esquerdo Ávine se recupera de artroscopia no joelho, o zagueiro Thiego tem dores musculares na coxa, o volante Diones trata uma pubalgia e o atacante Jones cumprirá suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Não bastassem esses, mais três jogadores não poderão atuar por vínculo contratual com o Corinthians: o lateral esquerdo Dodô , o meia Lulinha e o atacante Souza .

A equipe tricolor soma 30 pontos, ocupa zona intermediária da tabela e vem embalada por duas vitórias consecutivas como mandante (3 a 0 sobre o Fluminense e 1 a 0 sobre o Atlético-PR). Para se dar bem agora avariado e como visitante, o clube aposta em Joel Santana. Quando ainda dirigia o Cruzeiro, o treinador foi o primeiro a bater o Corinthians nesta edição do campeonato.

"O Cruzeiro tem suas características próprias. O Joel é um grande treinador, mas cada jogo tem seu momento. O Bahia é uma equipe que agride, venceu Bahia e Fluminense", minimizou Tite.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X BAHIA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data : 25 de setembro de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Gilson Bento Coutinho (ambos do PR)

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Wallace (Leandro Castán), Paulo André e Fábio Santos; Edenílson, Ralf, Danilo (Liedson) e Alex; Willian e Emerson
Técnico: Tite

BAHIA: Marcelo Lomba, Marcos, Paulo Mirada, Danny Morais e Titi; Fahel, Fabinho, Helder e Camacho; Magno e Junior
Técnico: Joel Santana

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.