Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após soco, Chivu declara: "Eu me sinto um homem de m..."

Defensor da Inter de Milão agrediu adversário e escapou de ser expulso, mas acabou levando quatro jogos de gancho

Gazeta |

Na última quinta-feira, a Inter de Milão venceu o Bari por 3 a 0 e se aproximou do líder Milan na tabela do Campeonato Italiano. No entanto, um lance da partida não orgulhou muito seu torcedor. O defensor romeno Cristian Chivu deu um soco no rosto do adversário Marco Rossi e não pediu desculpas ao oponente.

O árbitro Andrea Romeo não viu o lance e manteve o jogador em campo, mas, nesta sexta-feira, o tribunal esportivo italiano impôs uma pena de quatro jogos a Chivu.

null"Isso não é de mim, eu me sinto um homem de m.... É difícil explicar o que aconteceu, porque perdi a lucidez por um instante. Peço desculpas ao Marco Rossi porque ainda tenho um pouco de dignidade. Desculpo-me também com todos que assistem ao futebol e seguem o nosso time, sobretudo meus filhos", afirmou à "Gazzetta dello Sport".

Rossi, por sua vez, aceitou as desculpas, mas gostaria que o seu agressor tivesse sido expulso. "Eu aceito as desculpas de Cristian e, durante o jogo, entendo que haja momentos de pouca lucidez. Poderia ser um episódio a nosso favor se ele tivesse sido expulso. Jogamos no mesmo nível da Inter", lamentou.

Chivu vai perder as partidas contra Roma, Juventus, Fiorentina e Cagliari, mas estará à disposição do técnico Leonardo para enfrentar a Sampdoria. Com 41 pontos, o time de Milão está em terceiro lugar, a sete do rival e líder Milan. O Bari é o lanterna, com 14 pontos.

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaInternazionaleChivu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG