Pedro Luiz Nunes Conceição diz que clube da Baixada tem postura ética no mercado do futebol

O Santos não está mais na disputa para contratar o atacante Ricardo Oliveira. Mas isso não impediu o diretor de futebol do clube, Pedro Luiz Nunes Conceição, de dar uma alfinetada no São Paulo, que está tentando junto ao Al-Jazira (Emirados Árabes) a manutenção do centroavante no Morumbi. O dirigente santista aproveitou a oportunidade para destacar que o clube da Baixada não atravessou a negociação com o rival do Morumbi.

"Gostaria de esclarecer que o Ricardo tem contrato com o São Paulo até o próximo dia 20 e o vínculo dele com o clube não foi renovado. Sendo assim, o único caminho que o Santos tinha para tentar o Ricardo Oliveira era acionar o clube árabe para formalizar o nosso interesse, mantendo a postura ética que temos no mercado", afirmou, em entrevista à "Rádio Globo".

Irritado com possíveis insinuações de diretores são-paulinos sobre a conduta do Santos, Nunes Conceição disparou contra o rival. "Só não podemos aceitar que nos meçam com a mesma régua que eles utilizam", comentou.

Agora, enquanto o São Paulo tenta convencer o Al Jazira a renovar o empréstimo ou ceder Ricardo Oliveira em definitivo, o Santos deverá partir em busca de um novo centroavante no mercado. O atacante André, que brilhou defendendo o clube da Baixada no primeiro semestre deste ano, e que está no Dínamo de Kiev (Ucrânia), pode ser uma alternativa.

No entanto, a cúpula santista prefere não se manifestar sobre nomes, mantendo sigilo sobre os jogadores que estão em pauta para reforçar o elenco em 2011. "Continuamos trabalhando para tentar trazer outros atletas que venham a fortalecer o nosso elenco. Mas, vou continuar mantendo a mesma postura que sempre pautou o nosso trabalho. Não vamos falar nomes ou posições para evitar especulações", finalizou Pedro Luiz Nunes Conceição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.