Tamanho do texto

Ex-atacante foi homenageado pela CBF em hotel na Grande São Paulo. Festa segue até jogo de terça-feira, contra a Romênia

O primeiro ato da série de homenagens a Ronaldo pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) aconteceu no início da tarde desta segunda-feira. Por volta das 13h10, o atacante recebeu um relógio do presidente da entidade, Ricardo Teixeira. Mais do que isso, ouviu do cartola que ele foi o melhor jogador da seleção brasileira de sua gestão, que já dura 22 anos.

“Você esteve em três finais de Copa, você foi eleito três vezes o melhor, foi duas vezes campeão do mundo. Inegavelmente na minha gestão como presidente da CBF, você foi o melhor jogador que já passou pela seleção”, afirmou Teixeira para Ronaldo.

Ronaldo recebe relógio de um dos patrocinadores da seleção como homenagem
Mowa / Divulgação
Ronaldo recebe relógio de um dos patrocinadores da seleção como homenagem


Desde 2006, o cartola e o jogador viveram momentos de trocas de farpas pela imprensa e afagos. Em 2007, Teixeira criticou o atacante em uma entrevista. “Como é que um atleta pode chegar para disputar uma Copa pensando 98 quilos? Eu tenho quase isso e não sou atleta”, afirmou o dirigente ao jornal "Estado de S. Paulo", se referindo a preparação do Mundial de 2006, o último de Ronaldo.

A resposta do jogador veio quase dois anos depois. “Após 2006 nosso relacionamento acabou, sem eu saber o porquê e sem ninguém me dizer diretamente porque ele deixou de gostar de mim. Também não me importa absolutamente para nada ter um relacionamento com uma pessoa que demonstra ter duplo caráter”, afirmou o jogador em maio de 2009, durante um evento do jornal "Folha de S. Paulo".

Em 2010, os dois reataram as relações durante a festa de aniversário da empresa de marketing esportivo Traffic. Agora, se mostram cada vez mais próximos. Por decisão de Ricardo Teixeira, o atacante foi convidado para fazer sua última partida com a camisa da seleção, o amistoso contra a Romênia.

“Minha história foi sensacional. Eu que tenho que agradecer muito, do fundo do meu coração. Agradecer a oportunidade que a CBF me deu. Só tenho a agradecer a seleção brasileira”, disse Ronaldo nesta segunda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.