Em sua terceira passagem pelo clube, treinador teve aproveitamento de 55% dos pontos disputados

A paciência chegou ao fim. Depois da derrota para o Vitória , sábado, pela sexta rodada da Série B , a diretoria do Sport acertou a saída de Hélio dos Anjos . A confirmação oficial foi feita na tarde desta segunda-feira.

O time pernambucano não vinha tendo um início ruim de campeonato, tanto que estava invicto até esse final de semana. Mas a pressão da torcida foi determinante para a queda do treinador, que terminou em baixa o Campeonato Pernambucano e era taxado de retranqueiro. Além disso, Hélio dos Anjos vinha sendo bastante criticado por alguns dirigentes do Sport.

De acordo com o site oficial do clube, Hélio dos Anjos não foi demitido. Teria sido dele a decisão de deixar o clube. "O treinador se reuniu com a diretoria no início da tarde desta segunda-feira e o treinador acabou decidindo que o trabalho deveria ser interrompido. Hélio não via mais condições de continuar no comando do Sport", diz o site.

Em sua terceira passagem pelo Sport, Hélio dos Anjos teve um aproveitamento de 55% dos pontos disputados. Em 24 jogos, o time venceu onze, empatou sete e perdeu seis. Mazzola Junior, que comandou os juniores do clube, deverá comandar o time diante do Criciúma , na terça-feira, em casa.

A queda de Hélio dos Anjos é a terceira neste início de Série B. Antes, Ricardo Pinto já havia deixado o Paraná , sendo substituído por Roberto Fonseca. Outro time que mudou a comissão técnica foi o Criciúma, acertando a saída de Edson Gaúcho e contratando Guto Ferreira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.