Reunião entre o presidente do Santos e o treinador praticamente fechou o acordo entre as duas partes

O presidente do Santos , Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro e o diretor de futebol do clube, Pedro Luiz Nunes Conceição, se reuniram com o técnico Muricy Ramalho na tarde desta segunda-feira para fechar a contratação do treinador. Após o término da reunião, as duas partes saíram confiantes que o acordo será fechado nesta terça-feira.

“O Muricy é 95% nosso. O acordo está costurado e estamos próximos do anuncio. Foi a primeira vez que falei com ele. Todas as impressões que tinha dele se confirmaram. É uma pessoa correta e tem tudo a ver com o Santos”, afirmou Luís Álvaro.

Muricy Ramalho informou via assessoria de imprensa que faltam alguns detalhes para o acordo ser fechado, que devem ser resolvidos nesta terça-feira. A reunião para fechar o acordo foi a primeira com a presença de Muricy, já que o treinador foi representado por seu empresário, Márcio Rivellino, nos encontros anteriores.

O iG informou nesta segunda-feira o motivo que estava emperrando as negociações: salário e premiações . A diretoria santista não pretendia pagar o ordenado que Muricy recebia no Fluminense, cerca de R$ 700 mil, e tentava compensar oferecendo uma boa quantia em premiações. Porém, uma nova oferta nesta segunda seduziu o treinador.

Após o acerto financeiro, a diretoria do Santos espera que o treinador volte atrás em relação às férias. Ao deixar o Fluminense há 15 dias, Muricy disse que só voltaria a trabalhar após 30 dias de férias. Os dirigentes santistas esperam que o treinador aceite a iniciar os trabalhos nesta semana.

No entanto, mesmo que o acordo seja fechado nesta terça-feira, Muricy Ramalho não comandará a equipe no duelo contra o Colo Colo nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. “Seria muito prematuro. Na quarta, Marcelo Martelotte, que é um profissional em quem confiamos, vai dirigir o time”, disse o presidente.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.