Nos últimos jogos, Palmeiras ressuscitou o Corinthians, que se perder domingo ficará 20 dias de folga

Alessandro comemora gol da vitória no último dérbi
AE
Alessandro comemora gol da vitória no último dérbi
Nas duas últimas vezes que Corinthians e Palmeiras se enfrentaram, o time do Palestra Itália teve a chance de afundar o rival do Parque São Jorge numa crise, mas não o fez. Em outubro de 2010, quando Tite estreou, o Corinthians vinha de sete jogos seguidos sem vencer e interrompeu a série contra o Palmeiras, se mantendo na briga pelo título. Venceu por 1 a 0, gol de Bruno César .

Neste ano, quatro dias depois de ser eliminado na Libertadores, o Corinthians pegou o Palmeiras e mais uma vez, ao invés de entrar numa crise profunda, venceu o arquirrival. Marcos, após o jogo, comentou que não poderiam ter deixado o Corinthians ressuscitar de novo. “A gente podia aumentar a crise deles, mas nós os ressuscitamos”, disse o capitão palmeirense. Alessandro marcou o gol solitário da vitória corintiana no dia 6 de fevereiro .

Domingo, o Palmeiras tentará deixar de lado sua sina recente de reerguer o rival para ao invés disso dar a ele férias forçadas de 21 dias sem jogos. Se o Corinthians não vencer este jogo ficará sem compromissos oficiais até o dia 22 de maio, data da estreia da equipe no Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio .

“Não pensamos nisso. Só pensamos na vitória. Nosso planejamento é um só. Vencer e ir a final. E esperamos que a gente consiga vencer o Palmeiras mais uma vez”, disse Tite, com aproveitamento 100% contra o rival nesta sua segunda passagem pelo clube. "Nosso foco é vitória. Até por causa dessa possibilidade (de ficar sem jogar) a gente precisa vencer", disse o volante Paulinho.

No Palmeiras, a rivalidade é tão grande que a vitória é apontada como algo mais importante do que o próprio título.  "A rivalidade entre os dois clubes é muito grande. É muito importante o jogo. Foi o jogo que eu mais gostei de fazer e infelizmente perdemos na primeira vez. A rivalidade é muito grande. Então, se a gente ganhar do Corinthians, a felicidade do torcedor vai ser imensa, mesmo que a gente perca a final", disse o lateral-direito Cicinho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.