Artur Neto está à frente do time há poucas rodadas. Goleada sofrida para o Santos no Serra Dourada selou queda

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859500785&_c_=MiGComponente_C

Após ser goleado por 4 a 1 pelo Santos em pleno Serra Dourada e acabar a rodada matematicamente rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Goiás já começa a planejar a temporada de 2011. Contratado nas últimas rodadas da competição, o técnico Artur Neto afirmou que pouco pôde fazer à frente do clube.

"No ano que vem, eu posso ser cobrado à vontade. O Goiás vai mudar e mudar muito. Ficou claro pela campanha que fez, esse grupo precisa ser modificado", disse o treinador, que se mostrou bastante decepcionado com a pífia campanha no torneio.

"O Goiás não vai ser isso aqui e não pode ser isso. Eu não vou aceitar", declarou o comandante, que ainda lembrou da possibilidade de classificação na Copa Sul-Americana, onde enfrenta o Palmeiras, na próxima quarta-feira.

"Ainda existe uma possibilidade do Goiás terminar o ano melhor do que foi. Só temos esse jogo pra salvar o ano. Agora é botar a cabeça no travesseiro, descansar o corpo e vamos ver se a gente tira de dentro uma recuperação", completou.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.