Time alvinegro ocupa a ponta da Série B, enquanto clube do Brinco de Ouro está na zona da degola

A última vez que a cidade de Campinas viu seus dois maiores clubes se enfrentar foi em 26 de setembro de 2009. De lá pra cá, o Guarani caiu pelas tabelas, tanto no Paulista quanto no Brasileiro, e adiou o dérbi, contra a Ponte Preta , para este sábado, às 16h20 (horário de Brasília). O Moisés Lucarelli, casa ponte-pretana, será o palco do confronto, válido pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro .

Apesar de o embate ser sinônimo de equilíbrio, o momento do time alvinegro pode influenciar dentro de campo. Após um bom primeiro semestre - quando avançou à segunda fase do Estadual -, a Ponte Preta está perto da ponta da tabela com 20 pontos, mesma soma de Portuguesa e Americana .

Jogadores do Guarani comemoram gol de Ricardo Xavier no último dérbi, vencido pelo Guarani, em 2009
Gazeta Press
Jogadores do Guarani comemoram gol de Ricardo Xavier no último dérbi, vencido pelo Guarani, em 2009
E, para dar sequência à boa campanha, a equipe tem um trunfo respeitável: o argentino Dario Gigena . O xodó da torcida é um dos três atletas da história da Ponte Preta que fez três gols no arquirrival. Para o hermano , os tentos foram inesquecíveis. "Já joguei muitos dérbis na Argentina, na Colômbia, mas aqui se vive isso durante toda a semana. Eu penso que aqueles foram os momentos mais lindos de toda a minha carreira. Os dérbis são partidas diferentes. É preciso entrar com outra mentalidade, pois é uma partida muito dura", expôs.

Em relação ao time que vai a campo, a única dúvida do técnico Gilson Kleina é quem substituirá Josimar , que está se recuperando de uma fratura na clavícula. Gérson e Mancuso são os principais candidatos à vaga.

Do outro lado, a situação é diferente. A parte verde de Campinas tem motivos para se preocupar. Isto porque o Guarani tem apenas nove pontos (em dez jogos) e figura na parte de baixo da classificação. Mal das pernas na Segudona, o time do treinador Giba, tentará vencer o "campeonato à parte", maneira pela qual o zagueiro Aislan classifica o clássico.

Jogadores do Guarani comemoram gol de Ricardo Xavier no último dérbi, vencido pelo Guarani, em 2009
Gazeta Press
Jogadores do Guarani comemoram gol de Ricardo Xavier no último dérbi, vencido pelo Guarani, em 2009
"Dérbi é Dérbi. Na Série B do Brasileiro tem Sport e Náutico , mas Guarani e Ponte Preta é diferente, é um campeonato à parte e para nós, esse jogo é um dos mais importantes da competição", afirmou. O zagueiro Gabriel, contratado do Atlético-PR , pode ser novidade. Ele está com a documentação regularizada e pode fazer sua estreia no final de semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.