"Se demorar para vencer, não é só técnico que corre risco. Todo mundo irá embora", disparou João Zunino

Com as duras críticas feitas pelo volante Marcinho Guerreiro ao técnico Alexandre Gallo , o presidente do clube, João Nilson Zunino, deu uma entrevista para tentar por ordem no Avaí . O time, que só conquistou um ponto em cinco jogos disputados pelo Brasileirão , provocou a insatisfação do presidente com todo o elenco.

Entre para a Torcida Virtual do Avaí e convide seus amigos

O dirigente saiu em defesa do técnico Gallo e criticou a postura do time dentro do campo, falando até mesmo em uma possível demissão em massa caso as vitórias não apareçam.

"Como qualquer torcedor, estou preocupado. O Gallo comandou a equipe em dois jogos apenas, é muito cedo, ainda, para qualquer análise. Pelo que eu tenho visto nos treinos, o trabalho dele é muito bom. O problema é que quando o time não ganha, surgem conversas de todos os lados. Se a gente demorar para vencer, não é só o técnico que corre riscos. Todo mundo terá que ir embora."

Alexandre Gallo (de frente, esq.) conversa com jogadores do Avaí durante treino no Rio Grande do Sul
Futura Press
Alexandre Gallo (de frente, esq.) conversa com jogadores do Avaí durante treino no Rio Grande do Sul
Quanto ao caso do volante Marcinho Guerreiro , a diretoria divulgou uma nota divulgando que o jogador foi afastado do elenco por tempo indeterminado, e que a postura do jogador vai contra as normas disciplinares do clube.

O Avaí já está em Porto Alegre, onde treina para enfrentar o Grêmio , nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no estádio Olímpico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.