Dirigente e treinador conversaram no gramado da Academia de Futebol nesta sexta-feira, durante treinamento

Frizzo e Felipão conversam em um dos gramados da Academia de Futebol
Gazeta Press
Frizzo e Felipão conversam em um dos gramados da Academia de Futebol
O treino de recuperação após o jogo entre o empate por 1 a 1 e Palmeiras e Bahia na Academia de Futebol teve pouca coisa para chamar a atenção nesta sexta-feira. O fato mais curioso foi a conversa entre o vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, e o treinador Luiz Felipe Scolari, coisa que dificilmente ocorre na frente de todos.

O papo acontece na mesma semana em que uma série de boatos dava conta de que os dois não conseguem mais nem se olhar e que Paulo César Carpegiani já havia até sido sondado pelo dirigente para o cargo que hoje é do pentacampeão do mundo.

Veja também: A classificação do Brasileiro

Os dois concederam entrevista coletiva na última quinta-feira, afirmaram que eles têm uma relação dentro da normal entre profissionais e que nunca chegaram a passar dos limites de uma discussão entre diretor e treinador.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Frizzo não revelou o conteúdo da conversa. O certo é que os dois estão à espera do fim do desfecho da novela jurídica que envolve Ricardo Bueno e Atlético-MG. O atacante pode acabar sendo usado como moeda de troca após a ida do volante Pierre para a equipe de Belo Horizonte. O jogador, inclusive, é um pedido do treinador, que confirmou que pretende ter o atleta como reforço.

Nos bastidores do Palmeiras, especula-se que Arnaldo Tirone, presidente do clube, tentará se aproximar mais do futebol e limitar um pouco os poderes de Roberto Frizzo, que, até agora, tinha carta branca de seu superior para gerir o principal setor da agremiação.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.