Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após pedido de concorrente, Fifa abre investigação contra Blatter

Presidente da entidade terá que depor sobre suposto caso de propina na União Caribenha de Futebol

iG São Paulo |

A Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados) anunciou nesta sexta-feira que seu Comitê de Ética abriu um processo disciplinar contra seu presidente, Joseph Blatter. A decisão foi motivada por um pedido do catariano Mohammed Bin Hammam , concorrente de Blatter na próxima eleição presidencial da entidade, em 1º de junho. O suíço terá que prestar esclarecimentos ao Comitê de Ética no próximo domingo (29).

O atual presidente da Fifa será investigado por uma denúncia feita pelo secretário-geral da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe), Chuck Blazer. O norte-americano alega que Blatter teria sido informado com antecedência sobre pagamentos em dinheiro (possivelmente propinas) feitos a delegações presentes em uma reunião da União Caribenha de Futebol, mas não fez nada a respeito.

Na quinta-feira, a entidade máxima do futebol mundial já havia anunciado que iria investigar Bin Hammam, que é membro do Comitê Executivo da Fifa, e o vice-presidente Jack Warner por má conduta durante o período eleitoral e violação do Código de Ética. Blatter preferiu não comentar a investigação que irá sofrer: "Não posso opinar sobre o processo que foi aberto hoje (sexta-feira) sobre mim. Os fatos falarão por si", afirmou o suíço.

Os depoimentos de Blatter, Bin Hammem ( que também enfrenta acusações de propina ) e Warner serão ouvidos no próximo domingo, na sede da Fifa, em Zurique, Suíça. Tudo isso três dias antes da eleição presidencial.

*com agências

Leia tudo sobre: Futebol MundialFifaJoseph BlatterBin HammemCorrupção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG