Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após papo com Felipão, dirigente admite trazer reforços

"Conversamos sobre a contratação de dois a três reforços. Vamos tentar viabilizar isso", comentou Roberto Frizzo

Gazeta |

O novo vice de futebol do Palmeiras, Roberto Frizzo, teve o primeiro encontro com o técnico Luiz Felipe Scolari para debater reforços para a sequência da temporada 2011. Em reunião realizada na Academia de Futebol nesta segunda-feira, o dirigente do Palmeiras ouviu as solicitações do treinador e prometeu se esforçar para cumprir o combinado.

"Conversamos sobre a contratação de dois a três reforços. Vamos tentar viabilizar isso", comentou o cartola, em entrevista à "Rádio Bandeirantes".

Algumas negociações do Palmeiras seguem em andamento. Depois de rescindir o contrato com o Atlético-PR, o volante Chico busca um time na Europa, mas pode cumprir uma etapa no Palmeiras antes de realizar o seu sonho. Já o meia Elkeson, do Vitória, é discutido na base de uma troca, mas os atletas que seriam enviados ao clube baiano (Tadeu e Patrik) não aceitaram o negócio.

Também não é segredo no Palestra Itália o desejo de Felipão em contar com um centroavante de peso. Durante o mês de janeiro, Adriano, da Roma-ITA, foi outra vez sondado sem sucesso. O nome de Alecsandro, do Internacional, é outro que aparece com força no Palmeiras, mas Roberto Frizzo desmente qualquer contato. "Esse não foi discutido".

Por fim, Frizzo admite que há um reforço praticamente certo que, segundo o próprio Felipão, atua em duas ou três posições. No entanto, o atleta é mantido em sigilo pela diretoria.

Embora comente alguns nomes abertamente, Roberto Frizzo rechaça citar as posições que o Palmeiras busca no mercado. "Não seria positivo falar sobre isso, os atuais ocupantes das vagas podem se sentir julgados. Conversamos no geral, não falamos em trocar ninguém. Queremos gente para somar. Não quero me desfazer dos profissionais que temos", despistou o vice de futebol.

Leia tudo sobre: palmeirasreforçosmercadofelipãoroberto frizzo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG