Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após novo vexame, Paraná inicia dispensa de jogadores

Derrota para o Cianorte foi a gota d¿água para a diretoria, que manteve o técnico Roberto Cavalo

Altair Santos, iG Curitiba |

O Paraná Clube foi o último dos participantes do estadual a conseguir montar seu elenco. Neste sábado, menos de um mês da formação do grupo, foi anunciado oficialmente que a partir de segunda-feira alguns jogadores contratados não ficarão mais no elenco. O primeiro, que puxará a fila, é o atacante Paulo Matos, que foi trazido por ser o “homem de confiança” do técnico Roberto Cavalo, que será mantido no cargo.

O motivo das dispensas foi a quarta derrota do Paraná no campeonato – 2 a 0 para o Cianorte. Após o jogo, diretoria e treinador admitiram que as contratações foram mal feitas. “A falta de qualidade é visível, pois qualidade custa caro”, disse Roberto Cavalo, seguido do vice de futebol Paulo César Silva. “Segunda-feira iniciamos uma reforma no elenco, mas, repito, sem onerar as contas do clube”, disse o dirigente.

Enquanto isso, fora do vestiário, a torcida protestava, pedindo a cabeça do técnico, do vice de futebol e do presidente Aquilino Romani. “Ouvi o apelo da torcida. Se eu sou o problema, saio. Vou para arquibancada. Só que não é assim. Todos sabiam que seria difícil”, completou Paulo César. Roberto Cavalo completou: “Com esse elenco, o time não vai reagir. Só que não podemos mandar dez embora de uma vez, pois tem jogo na quarta-feira de novo.”

Com a venda do meio-campista Kelvin para o Porto, de Portugal, o Paraná tentará qualificar o grupo. O clube tenta contratar um zagueiro experiente, um atacante e um goleiro. Thiago Santos, o meio-campista que acabou com o Paraná neste sábado – marcando um gol e sofrendo o pênalti que resultou no 2 x 0 do Cianorte – também entrou na mira do Paraná. “Quem sabe para a Série B ele não vem. Mas antes precisamos sair desse sufoco”, disse Paulo César Silva. O clube que ele dirige segue lanterna do Estadual, com 1 ponto em 12 disputados.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG