Com o 5 a 0 aplicado pelo Cruzeiro no último sábado, já são 36 gols sofridos nas 16 rodadas disputadas

O setor defensivo do Avaí vem preocupando a comissão técnica e o torcedores do clube catarinense. Com a goleada de 5 a 0 sofrida para o Cruzeiro no último sábado, o time assumiu o posto de pior defesa do Campeonato Brasileiro, com 36 gols sofridos nas 16 rodadas disputadas.

Agora, o técnico Alexandre Gallo estuda como corrigir os sucessivos erros e a constante falta de atenção dos defensores. Junto com a goleada sofrida para o clube mineiro, o treinador também perdeu o lateral esquerdo Romano, que tomou o terceiro cartão amarelo e não poderá enfrentar o Vasco, na próxima quarta-feira, na Ressacada.

Outro problema que Gallo terá que lidar é a situação de Welton Felipe. O jogador falhou mais uma vez em diversos lances durante a partida e comprometeu no resultado do jogo, já que além de perder a bola e dar origem ao contra-ataque do primeiro gol do Cruzeiro, foi expulso no lance do pênalti, que resultou no terceiro.

Já o zagueiro Cláudio Caçapa, contratado para organizar o setor defensivo do Avaí, segue sem saber a data que poderá voltar aos gramados. Após sofrer uma lesão no joelho durante sua estreia pelo clube, na derrota por 2 a 1, contra o São Paulo, o experiente jogador ficou desolado em não poder ajudar o clube a se recuperar no campeonato.

"Ainda não tenho o resultado dos exames. Estou esperando a conversa com o doutor Funchal. Estou aqui no clube fazendo fisioterapia . O joelho não está mais inchado, está sequinho, mas às vezes incomoda para andar. É difícil de falar, mas as minhas recuperações são sempre mais rápidas do que os médicos esperam. Estou triste pela situação, era minha esteia e um jogo importante, só que infelizmente não temos controle sobre tudo", desabafou Caçapa.

Com a derrota sofrida no fim de semana, o Avaí voltou a ocupar uma posição de risco no Brasileiro. O time caiu para o 19º lugar, com 13 pontos ganhos, e deverá sofrer algumas mudanças no setor defensivo para tentar vencer o Vasco no meio da semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.