Tamanho do texto

Equipe não ganha um clássico carioca desde 2010, quando bateu o Vasco, adversário do próximo domingo

Photocamera
Tartá, atualmente no Vitória, marcou na última vitória do Fluminense em clássicos
Ao vencer o Arsenal de Sarandí na última terça-feira , por 1 a 0, no Engenhão, o Fluminense quebrava uma incômoda marca. A última estreia com vitória da equipe na Copa Libertadores havia sido em 1971, quando o time carioca venceu o Palmeiras por 2 a 0. Nas três participações seguintes (1985, 2008 e 2011), apenas empates na partida inaugural. Mas é um outro jejum que deixa o torcedor tricolor ainda mais preocupado. E ele pode ser quebrado no próximo domingo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O dia 7 de novembro de 2010 marca a última vitória do Fluminense em clássicos. Com gol de Tartá , aos quatro minutos do primeiro tempo, o time das Laranjeiras vencia um de seus rivais regionais pela última vez. Desde então foram 10 partidas contra Flamengo , Vasco e Botafogo , com cinco derrotas e cinco empates. Por isso, o técnico Abel Braga tenta fazer valer a coincidência e recomeçar o caminho das vitórias justamente pelo Vasco.

Leia mais: Flu lança agência de viagens com ida à Bombonera e Washington

"Só tenho recebido boas notícias de vocês (jornalistas). Primeiro disseram que o último título estadual do Fluminense foi em 2005, comigo. Depois, que a última vitória em estreia de Libertadores tinha sido em 1971, agora isso. Tomara que a gente consiga vencer o Vasco novamente para acabar com esse tabu em clássicos, que é algo ruim e incomoda o torcedor", disse Abel Braga.

Veja mais: Washington comemora vitória do Flu e evita comparações com 2008

Apesar da vontade de acabar com a marca, o técnico Abel Braga sabe das dificuldades que terá. Para ele, o time de São Januário é um dos melhores do país e possui vários pontos que terão que ser anulados para a vitória. Abelão também promete muito mistério na escalação do Fluminense .

"Temos que voltar 100% focados no Carioca. O Vasco tem grandes jogadores, como Juninho Pernambucano e Diego Souza, dois laterais que apoiam muito, o melhor zagueiro do Brasil. Vamos tentar quebrar isso domingo. Amanhã (quarta-feira) vou dar uma folga aos atletas, não tem nada, mas quinta e sexta, dentro do mais absoluto sigilo, vamos montar o time para domingo", completou o técnico do Flu.

Veja também: Vaias incomodam técnico do Flu, que também queria público maior

Outro fator importante em encerrar o jejum em clássicos foi lembrado pelo meia Thiago Neves . Caso tropece diante do Vasco, o Fluminense terá chances muito pequenas de conseguir se classificar para as semifinais da Taça Guanabara .

"Se acontecer um tropeço contra o Vasco, depois, para buscar a classificação em dois jogos vai ficar complicado. O jogo de domingo é muito importante para a gente por isso. Precisamos vencer para depois ter dois jogos um pouco mais tranqüilos. Claro que com respeito aos outros times, mas acho que o jogo de domingo pode ser o da classificação", finalizou Thiago Neves.

Leia mais: Para Abel, Arsenal não 'quis jogar' e prejudicou a atuação do Flu

O Fluminense é atualmente o terceiro colocado do grupo B da Taça Guanabara, com sete pontos. O Vasco lidera com 12 pontos e 100% de aproveitamento. O Boavista é o segundo colocado, com oito pontos. Os times se enfrentam neste domingo, às 19h30, no estádio Engenhão. 

Entre para a Torcida Virtual do Flu e comente o jejum do time em clássicos