Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após expulsão, Carlos Alberto ganha carinho no Grêmio

Sem marcar gol, o jogador, que veio de uma temporada de lesões, recebe apoio do treinador

Gazeta Esportiva |

Paciência é o que não falta ao Grêmio em relação a Carlos Alberto. Sem ter uma única atuação convincente desde sua chegada ao clube, o meia tem recebido apoio por parte de todos. Dirigentes, jogadores e, principalmente, Renato Gaúcho defendem a todo o momento o ex-vascaíno. A torcida ainda segue dividida carregando a esperança de que os dribles, as boas atuações e os gols apareçam.

O caminho das explicações é o mesmo. Sua última temporada foi recheada de lesões, deixando-o com uma forma física precária quando entrava em campo. O técnico gremista, entrevista após entrevista, reitera sua confiança em Carlos Alberto, uma indicação sua. Ele pede tempo para reeducá-lo taticamente.

"É um jogador que precisa se adaptar ao time do Grêmio", justificou Renato.

Para dar moral ao seu reforço, o treinador colocou o jogador para atuar fora de posição, mais recuado. Não funcionou. Sem poder de marcação, o meio-campista exagerou nas faltas e se posicionava em uma região onde o drible, uma de suas características, era arriscado. Nessa função, acabou substituído duas vezes antes do intervalo da partida.

No sábado, surgiu a grande chance. Com o time reserva, Renato escalou Carlos Alberto mais a frente, solto, onde ele gosta de atuar. A fraca exibição voltou a se repetir, culminando com um cartão vermelho por simulação e a derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, no Olímpico.

"A crítica tem até razão. Mas é complicado para mim. O Renato me deu a oportunidade de jogar numa determinada posição, ia dizer que não iria jogar na posição? Eu jogava até no gol e na zaga. Isso (a fase) passa", explicou o meia sobre o seus primeiros momentos no tricolor. "Vou vencer aqui", afirmou.

São sete jogos, nenhum gol marcado, três amarelos e um cartão vermelho na conta. Esse é o resumo de sua passagem até aqui. Tempo para Carlos Alberto deslanchar é o que mais se pede. O lateral Gabriel é grande amigo do camisa 19 e faz coro ao técnico em defesa do companheiro.

"Ele é um jogador criativo, que sempre fez gol. Não faz nem dois meses que está aqui e já é campeão. A fase não é tão ruim. Ele vai e encaixar no perfil do Grêmio, porque ele tem o perfil do Grêmio", comentou.

As oportunidades não cessarão. Sem André Lima, o Grêmio poderá jogar com três meias diante do Léon, na quinta-feira. Se a hipótese se confirmar, Carlos Alberto voltará a atuar mais adiantado.

Leia tudo sobre: Grêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG