Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após empate, Renato Gaúcho manda recado para a torcida

Treinador tentou evitar falar do suposto interesse do Fluminense em contratá-lo

iG Porto Alegre |

Após o empate com o León, nesta quinta-feira, pela Libertadores, o técnico Renato Gaúcho tentou colocar um fim no suposto interesse do Fluminense em contratá-lo. Se não prometeu permanecer no Grêmio, ao menos, disse estar pensando somente no clube gaúcho.

“Um grande abraço a torcida. Estou fazendo o meu trabalho, com o pensamento totalmente focado no Grêmio. É só isso que eu tenho a dizer, valeu?”, disse o treinador.

A polêmica surgiu, terça-feira, quando o jornalista Jorge Kajuru divulgou uma entrevista na qual Renato admitia a possibilidade de se transferir à equipe carioca. Mesmo com o pedido de sigilo da fonte, Kajuru levou a conversa ao ar. Em seguida, Renato disse ter passado um trote no jornalista.

Em tempo: o contrato de Renato com o Grêmio vai até 31 de dezembro. Não há multa rescisória.

O empate foi classificado como um bom resultado pelo treinador, que o considerou “importante” para a classificação às oitavas de final. Ele admitiu dificuldades em atuar fora de casa no torneio sul-americano, porém, minimizou a má atuação do Grêmio:

"A Libertadores não é um torneio fácil, todos os times têm qualidade. Independente do adversário, viemos para vencer, mas temos que elogiar o oponente. Além disso, lutamos muito, e o ponto conquistado nos deixa perto do objetivo".

Renato também exaltou a atuação de Carlos Alberto:

“Quando ele não tinha mais condição física de ajudar na marcação do meio-campo, eu o tirei. Ele tem muito ainda a dar, tanto na parte física quanto na parte técnica”.

Leia tudo sobre: grêmiorenato gaúchocopa libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG