Tamanho do texto

Treinador reiterou confiança na recuperação do Grêmio no Brasileirão, mas diretoria teve conversa dura

Foi, sem dúvida, a entrevista coletiva mais tensa desde que Renato Gaúcho assumiu o Grêmio, em 12 de agosto de 2010. Após conversar com o presidente Paulo Odone e o vice de futebol Antônio Vicente Martins por 57 minutos, logo após o empate em 2 a 2 com o Avaí , na noite desta quarta-feira, no Olímpico, o treinador apareceu para falar com a imprensa. Segundo o "Sportv", o treinador já anunciou que vai entregar o cargo .

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Sem o bom humor costumeiro, Renato aparentou estar tenso. Interrompeu questionamentos, usou frases curtas e até discutiu com um repórter. Também admitiu a má atuação, a falta de resultados (são quatro jogos sem vitória) e a confiança em fazer boa campanha no Brasileirão .

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

“Conversamos como a gente sempre conversa no dia a dia: após uma vitória, um empate, uma derrota. É lógico que ninguém gostou do resultado nem a gente, nem o torcedor. A gente trabalha para vencer, mas às vezes a gente tropeça”, disse o treinador.

Ao desmentir boatos sobre trocas na comissão técnica, o dirigente reiterou confiança no trabalho realizado. É neste quesito que o treinador se apega para não dar importância às vaias da torcida:

“Isso é normal em toda parte do mundo. Quando o time não vai bem o torcedor não fica satisfeito. Eu não estou, por que o torcedor estaria? Eu tenho é que pedir par ficar tranquilo. O Grêmio vai vencer e melhorar na tabela, isso eu não tenho dúvida. Quando o resultado não aparece, lógico que vai haver reclamação. É assim. A torcida só volta a ficar feliz quando se vence”.

Em determinando momento, o treinador discutiu com um repórter que pontou erros na equipe: "Você tem tudo para ser um bom treinador. Você viu tudo isso, só pode ser um bom treinador. Mas eu vou explicar as coisas para vocês. Levando um gol logo no início do jogo a tensão aumenta. Nós tomamos um gol, e não poderíamos ter tomado o segundo gol, com um jogador a mais. Foram erros infantis, não uma desorganização como você está falando".

null

O Grêmio se reapresenta na tarde desta quinta-feira. O treino está marcado para as 15h30.