Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após empate, Goiás reclama da arbitragem

Artur Neto entende que seu time está sendo prejudicado desde o início do campeonato estadual

Gazeta |

Apesar de estar classificado para a próxima fase do Campeonato Goiano, o técnico do Goiás, Artur Neto, se mostrou muito irritado após a partida com o Goianésia, no último sábado. Não foi só o desempenho da equipe que desagradou. A arbitragem foi o alvo principal das críticas.

"A expulsão do Carlos Alberto foi ridícula. A arbitragem não tem critério, e o Goiás está sendo prejudicado desde o início do campeonato. A defesa se posicionou muito bem e o goleiro deles trabalhou muito mais. Deixamos de ganhar pelos detalhes iniciais do primeiro tempo", destaca o técnico.

O goleiro e capitão da equipe, Harlei, acompanhou o discurso do treinador e lembrou a não marcação de um pênalti, a favor do Goiás, e, principalmente, da distribuição exagerada, segundo o jogador, de cartões - foram quatro amarelos e um vermelho para os esmeraldinos.

"Quem é que viu esse jogo violento que ele viu? Ninguém. Foi apenas um jogo disputado. Contra a Anapolina, o Goianésia teve um jogo muito mais puxado, com mais faltas e pouquíssimos cartões" comentou ao portal 730.

"O Toloi perguntou ao juiz porque ele ia expulsar o Carlos Alberto, e ele acabou recebendo um cartão amarelo. Se não puder perguntar ao árbitro o motivo, quer dizer então que o juiz não está levando o jogo no equilíbrio", completou Harlei.

Leia tudo sobre: goiascampeonato goiano 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG