Tamanho do texto

"Pelo que apresentamos até aqui, sabemos que vamos ter um crescimento e ele não vai tardar", avisou Mauro Fernandes

De volta à Série A após dez anos, o América-MG arrancou um empate por 1 a 1 no clássico mineiro contra o Cruzeiro , disputado no último sabado, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Apesar de ter ficado satisfeito com o resultado, o técnico Mauro Fernandes projeta crescimento para sua equipe.

Ele argumenta que a equipe do torneio nacional tem cinco jogadores diferentes em relação à do estadual. À medida que eles forem se adaptando, o rendimento vai melhorar.

"Esses jogadores estão passando a se conhecer mais. O América está fazendo uma competição regular, dentro do que pode. Pelo que apresentamos até aqui, sabemos que vamos ter um crescimento e ele não vai tardar", avisou o comandante do 15º colocado do campeonato com cinco pontos.

Mauro criticou o gol do volante Fabrício no primeiro tempo, mas ficou feliz que sua equipe entendeu as instruções dadas no intervalo e conseguiu o empate. "Todo mundo ficou olhando o jogador do Cruzeiro, mas a equipe se recompôs. Fizeram o que nós conversamos e pudemos empatar. Por pouco não viramos", lembrou.

Para o volante Dudu, o objetivo do América-MG era conquistar a vitória contra o Cruzeiro, mas o empate mostra a força do grupo. "Provamos que somos um time grande. Temos qualidade. Não é só o Cruzeiro, mas agora é pensar no próximo jogo", ponderou.

O América-MG folga no fim de semana que vem, pois seu duelo contra o Santos foi adiado, devido à final da Copa Libertadores da América, na quarta-feira. O Coelho volta a campo em 29 de junho contra o Flamengo, na Arena do Jacaré.