Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após eliminação na Copa América, jogadores defendem Mano Menezes

Maicon, Elano e Pato apoiaram o técnico, três atletas não falaram nada e outros três foram aplaudidos

iG São Paulo com agências* |

AE
Neymar desembarca e é aplaudido, mesmo após a eliminação na Copa América
Três jogadores da seleção brasileira , eliminada da Copa América no domingo, lamentaram nesta segunda-feira o resultado da partida contra o Paraguai e defenderam o trabalho do treinador Mano Menezes.

"Mano é um muito bom treinador. Não pode ser questionado por um mal resultado. Ainda temos a Copa das Confederações e não se pode fazer o mesmo que fizeram com o Dunga, que fez um grande trabalho, mas foi crucificado", afirmou o lateral Maicon.

"Toda eliminação é dolorosa, mas penso que mostramos uma evolução. Infelizmente não conseguimos vencer", acrescentou o meia Elano, durante o desembarque no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos

Já o atacante Alexandre Pato preferiu destacar que, apesar da eliminação, a seleção fez uma boa partida contra o Paraguai. "O resultado foi ruim, mas foi nossa melhor atuação. Estamos no caminho certo", disse o jogador do Milan. O goleiro Julio César e os atacantes Fred e Robinho também aterrissaram em São Paulo, mas não quiseram falar com a imprensa.

Os três queridinhos da torcida
Se depender do apoio da torcida e da tranquilidade de Ganso, Neymar, Lucas e companhia, a eliminação para o Paraguai não vai deixar cicatrizes profundas nos jogadores que disputaram pela primeira vez uma competição oficial com a camisa da seleção brasileira.

Os três principais nomes da nova geração do futebol brasileiro foram ovacionados por uma multidão no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, no retorno ao País. Centenas de pessoas se aglomeraram no portão de desembarque quando souberam da chegada de Ganso, Neymar e Lucas. E aplaudiram os jovens.

AE
Neymar desembarca e é aplaudido, mesmo após a eliminação na Copa América

A recepção deu tranquilidade para os três, que mostraram não temer pelo seu futuro na seleção. "Claro que a gente queria vencer, ficou frustrado, mas se continuar fazendo nosso trabalho vão surgir outras oportunidades", disse Ganso.

Lucas, que jogou poucos minutos durante a derrota, mostrou-se sereno. "Acho que a eliminação nos ensinou uma lição e vamos sair amadurecidos da Copa América", afirmou o meia são-paulino. "Vão surgir mais chances na seleção e não cometeremos os mesmos erros."

Para o são-paulino, o principal pecado da seleção brasileira foi finalizar mal. "Faltou tranquilidade para fazer o gol. Acho que jogamos muito melhor que o Paraguai e merecíamos a vitória, mas nem sempre o melhor vence."

Neymar, o mais assediado pela torcida e também o mais protegido pelos seguranças, disse poucas palavras. Apenas lamentou a eliminação e garantiu que permanece no Santos pelo menos até o Mundial antes de sair em debandada do aeroporto.

* Com EFE e AE

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG