Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após derrota, santistas se dividem entre lamentar e reclamar

Muricy Ramalho se mostrou resignado, Neymar e Arouca lastimaram, e Elano protestou contra arbitragem

Gazeta |

nullOs jogadores do Santos ficaram incrédulos com a derrota por 3 a 2 para o Fluminense, que marcou o gol da vitória aos 50 minutos do segundo tempo no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Enquanto alguns minimizavam e a maioria lamentava o resultado frustrante, outros preferiram criticar a arbitragem.

O técnico Muricy Ramalho se mostrou resignado. "Foi um grande jogo. Eles tiveram chances, e nós também", resumiu o comandante santista, sem recriminar seus jogadores pela desatenção no final da partida.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do time em tempo real

Os próprios atletas, no entanto, encarregaram-se da autocrítica. "Vacilamos. Não fizemos os gols nas oportunidades que criamos. Agora, temos que acertar os detalhes e arrumar a casa", disse o atacante Neymar. "Foi um castigo. Não tenho dúvida disso. Depois de tanta luta e de querer muito a vitória, levar um gol no fim é complicado. Precisamos levantar a cabeça", concordou o volante Arouca.

O também meio-campista Elano era um dos mais revoltados. "Não adianta enganar. Por que o árbitro só deu mais um minuto de acréscimo depois? Por que eles fizeram o gol?", queixou-se. Com a derrota, o Santos continuou distante da ponta da tabela do Campeonato Brasileiro. O time da Vila Belmiro está com 35 pontos ganhos, na 11ª colocação.

Coloque o Torcida Virtual na sua página e ajude seu time a crescer

 

Leia tudo sobre: SantosFluminenseBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG