Jogadores admitiram que entraram desligados no jogo, e lembraram ausência de selecionáveis

nullOs jogadores do Santos lamentaram a derrota para o Figueirense por 2 a 1 nesta quarta-feira, no estádio Orlando Scarpelli, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de lamentarem as ausências do trio que serve à seleção brasileira – Neymar, Ganso e Elano – os santistas admitiram que entraram desligados no primeiro tempo, período que o time de Florianópolis construiu o placar.

Não houve lá muito espaço para criação
Futura Press
Não houve lá muito espaço para criação
“O primeiro tempo foi muito ruim. Entramos sonolentos, eles queriam mais que a gente, isso não pode acontecer. No segundo tempo jogamos, fomos para cima, não fizemos o gol, eles defenderam bem, estão de parabéns. Vamos trabalhar pra corrigir os erros, porque queremos ganhar esse Brasileirão também”, afirmou o goleiro Rafael.

Os jogadores também lamentaram os desfalques da equipe. Além dos selecionáveis, Muricy não contou com os laterais Jonathan e Léo, que estão lesionados. Pará e Alex Sandro, que substituíram os titulares, não fizeram uma boa partida. Pará, inclusive, falhou no segundo gol do Figueirense.

“Claro que pesa (desfalques)”, disse Arouca, que confia em Muricy Ramalho para recuperar o time no Campeonato Brasileiro. “Acredito que no decorrer da semana o Muricy vai corrigir, pois temos condições de vencer qualquer time mesmo com as ausências”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.