Giovanni Luigi contesta atuação de Evandro Roman, que havia sido criticado pelo Santos antes do jogo

Caiu na conta do árbitro parte da culpa pelo insucesso do Inter contra o Santos. Derrotado por 3 a 1 na Vila Belmiro , Giovanni Luigi, presidente do clube gaúcho, contestou a atuação de Evandro Rogério Roman.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Foi uma atuação desastrosa. Aquele pênalti acabou iniciando a decisão da partida. O juiz prejudicou diretamente o Internacional”, disse.

Veja também: D´Alessandro admite que Santos não deixou o Inter jogar

Os três gols do adversário foram marcados por Neymar. O primeiro deles veio de um pênalti, depois que Índio e Borges se enroscaram dentro da área, em um lance de interpretação complicada.

“A arbitragem foi muito mal. Marcou faltas inexistentes e nos deu muitos cartões amarelos. O Inter poderia ter jogado melhor, a atuação não foi boa e a o Neymar desequilibrou”, analisou.

Antes do jogo, Muricy Ramalho, técnico do Santos, é quem havia contestado a escolha de Roman. Embora apite pela federação paranaense, o árbitro nasceu no Rio Grande do Sul.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O Inter volta a campo no sábado, 21h, contra o Santa Cruz, fora de casa, pela segunda rodada do segundo turno do Gauchão.  

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.