Partidas contra Finlândia e Bulgária estão sendo investigadas por esquema de apostas com árbitros

selo

A Federação Boliviana de Futebol decidiu cancelar os amistosos que faria contra as seleções de Finlândia e Bulgária em março, na Turquia, por conta da denúncia envolvendo a arbitragem e bolsas de apostas.

A denúncia foi divulgada neste sábado pela Fifa, que vai investigar três árbitros húngaros: Kolos Lengyel, Krisztian Selmeczi e Janos Csak. Eles teriam interferido no resultado dos amistosos entre Bolívia e Letônia e Bulgária e Estônia, ambos disputados em Antália, na Turquia, na quarta-feira.

Os jogos foram organizados por uma empresa tailandesa e só tiveram gols saídos de cobranças de penalidade. A Bolívia venceu a Letônia por 2 a 1, enquanto a Bulgária ficou no 2 a 2 com a Estônia.

"Não queremos que a seleção se preste a disputar um jogo sujo", afirmou Alberto Lozada, um dos dirigentes da Federação Boliviana de Futebol. A entidade foi a resposável pela denúncia, após constatar indícios de manipulação de resultados. A investigação foi confirmada pela federação da Bulgária, cuja equipe também teria sido prejudicada nos amistosos.

A Bolívia, que planeja enfrentar o Panamá no dia 25 de março, está se preparando para disputar a Copa América, em julho, na Argentina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.