Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após críticas a Renato, direção pede mobilização da torcida

Grêmio enfrenta Coritiba, domingo, e tentará acabar com jejum de cinco jogos sem vencer

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

A direção adotou dois discursos sobre a má fase do Grêmio , que não vence há cinco jogos no Brasileirão. Após a derrota para o Cruzeiro , ainda em Sete Lagoas, criticou Renato Gaúcho, o antigo treinador, e exaltou a estreia de Julinho Camargo.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Em Porto Alegre, tratou de mobilizar a torcida para a partida contra o Coritiba, domingo, no Olímpico, definida como "a hora da reação". Entrevistas e até uma convocação publicada no site oficial do clube foram as ferramentas utilizadas.

Quem fez a manifestação mais forte foi o presidente Paulo Odone:

"O Grêmio esteve bem mais arrumado. Com a entrada do Gilberto Silva, tivemos mais tranquilidade, antes não tinha organização, faltava calma. Perdemos e ficamos na obrigação: é vencer ou vencer domingo. Com saudades ou não de Renato, gostando ou não de Odone, é o Grêmio que vai estar lá".

Antes do complemento da rodada, na noite desta quinta-feira, o time gaúcho ocupa a 14º posição, com oito pontos, um acima da zona de rebaixamento. Situação que fez a direção apelar por ajuda.

"Neste domingo, mostre seu amor incondicional pelo Grêmio. Vista sua camisa, pegue sua bandeira, convide seus amigos, seus familiares, e venha para o Monumental. A hora de reagir é essa. É um novo momento. Precisamos de sua ajuda", diz a nota publicada no site.

Douglas e Willian Magrão, após cumprirem suspensão, estão à disposição. Gabriel depende de ser regularizado e Lúcio ainda é dúvida pois se recupera de lesão muscular na coxa direita.

 

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011direçãorenato gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG