Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após criticar CBF em nota, Zezé Perrella não vai a treino da seleção brasileira

Presidente do Cruzeiro não compareceu ao primeiro dia de trabalho do Brasil em Doha. Funcionários da seleção afirmaram que ele alegou estar com dor de cabeça

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860354384&_c_=MiGComponente_C

Entre as funções do chefe de delegação da seleção brasileira está acompanhar o time no ônibus dos jogadores. Assim, Zezé Perrella deveria chegar ao estádio Al-Gharafa, onde o time de Mano Menezes faz o primeiro treinamento em Doha para o amistoso contra a Argentina.Era para ser, mas não foi. Tampouco, o dirigente compareceu depois, como havia sido informado pela assessoria de comunicação da entidade

No dia em que divulgou uma nota criticando o Campeonato Brasileiro e chamando o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Sergio Correia, de incompetente, Perrela não foi ao treino do Brasil.

A primeira informação divulgada pela assessoria de imprensa da entidade foi que o cruzeirense havia se atrasado no hotel e perdido o ônibus que levava ao estádio. Depois, após o treinamento, o responsável pela logística da CBF afirmou que Perrela alegou estar com dor de cabeça e preferiu ficar no hotel. Ele tem motivo para isso, disse o funcionário.

A dor de cabeça do presidente do Cruzeiro começou na partida contra o Corinthians. O dirigente se indignou com o que, segundo ele, foi uma marcação equivocada de pênalti em Ronaldo nos minutos finais da partida de sábado no Pacaembu. Na cobrança, o atacante marcou o único gol da vitória corintiana.

Perrela chegou a ameaçar não ir para o Catar, mas desistiu da ideia. A ira do cruzeirense virou motivo de piada nos bastidores da seleção brasileira. Após o treinamento desta segunda-feira, o técnico brincou com os jornalistas presentes. O Zezé virou para mim e disse: Mano só não vem me dizer que foi pênalti, contou rindo, Mano Menezes.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG