Técnico fracassou na Copa América. Carlos Bilardo e Alejandro Sabella já surgem como candidatos ao cargo

Motivo da saída de Batista não foi revelado
Getty Images
Motivo da saída de Batista não foi revelado
Na mesma reunião da Associação de Futebol da Argentina que anunciou a nova fórmula do Campeonato Argentino , ficou decidido que Sergio Batista não é mais o técnico da seleção nacional. A entidade afirmou que vai passar uma semana avaliando quem será o seu substituto.

Entre os candidatos, estão Carlos Bilardo, técnico campeão mundial em 1986 e atual diretor de seleções, e Alejandro Sabella. O ex-comandante do Estudiantes assumiria o Al-Jazira, nesta segunda-feira, mas adiou sua viagem para Dubai.

"Todas as pessoas relacionadas às seleções estão em observação", desconversou o porta-voz da AFA, Ernesto Cherquis Bialo. Ele também ressaltou que Batista não foi demitido e o motivo de sua saída não foi revelado. Sem treinador, o amistoso contra a Romênia, na próxima data Fifa, foi cancelado.

Batista assumiu a seleção nacional após a saída de Diego Armando Maradona, eliminado nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul. Entre seus principais resultados, está uma goleada por 4 a 1 sobre a campeã mundial Espanha. No total, foram 17 jogos, com oito vitórias, seis empates e apenas três derrotas.

No entanto, ele fracassou na Copa América, em casa, caindo também nas quartas de final. Após empatar com Bolívia e Colômbia, o time venceu a Costa Rica, mas foi eliminado nos pênaltis pelo campeão Uruguai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.