Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após convocação, Pato enaltece Mano e mira despedida de Ronaldo

Atacante usar a camisa 9 junto com o "Fenômeno" na partida amistosa contra a Romênia, no Pacaembu

Gazeta |

Após ser convocado pelo técnico Mano Menezes para defender a seleção brasileira no amistoso diante da Escócia, no próximo dia 27 de março, o atacante Alexandre Pato, em entrevista ao jornal "La Reppublica", afirmou ter "fome de seleção".

Logo depois de receber a notícia da convocação, Pato (em ótima fase no Milan) enalteceu o trabalho de Mano Menezes e ainda aproveitou para agradecer a atenção dada pelo técnico da seleção brasileira. "Ele me deixa feliz, já que demonstra tamanha confiança em mim. Quero jogar sempre pelo Brasil e conquistar o maior número de títulos possível", contou Pato.

Entre os planos do brasileiro, destaque para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, além da Copa América, a Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

Além do foco no próximo compromisso pela seleção brasileira, Pato ainda ressaltou a importância da partida de despedida de Ronaldo com a camisa verde-amarela, realizada no Pacaembu, no dia 7 de junho, diante da Romênia.

"Talvez uma exceção possa ser aberta e eu e Ronaldo possamos jogar com a camisa 9", brincou o atacante. "O maior jogador vai embora e eu e os brasileiros do Milan estamos preparando um vídeo para saudá-lo", continuou.

Quanto às informações dadas pela imprensa internacional sobre as possíveis contratações de Kaká e Paulo Henrique Ganso pelo Milan, Pato elogiou os dois, vendo-os como grandes reforços para a equipe italiana. "Não faço o mercado do futebol, mas nós acolheríamos o Kaká de braços abertos. Ganso é um grande camisa 10 e sabe sempre de forma antecipada o que fazer com a bola".

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaMilanAlexandre PatoSeleção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG