Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após convite, Figueroa não aceita concorrer à presidência da Fifa

Ex-zagueiro, ídolo do Internacional, afirmou que não haveria tempo para disputar o pleito que será em junho

iG São Paulo |

Getty Images
Figueroa ao lado de Franz Beckenbauer
O chileno Elías Figueroa desistiu de disputar a eleição para a presidência da Fifa contra Joseph Blatter. O ex-jogador foi convidado a participar do pleito por um grupo de oposição ao dirigente suíço.

Figueroa, que teve passagens brilhantes por Peñarol e Internacional, estudava desde a semana passada a postulação para liderar a candidatura do grupo "Change Fifa", que pretende desbancar Blatter do alto do principal cargo do futebol mundial.

"Decidi não aceitar o convite para este processo, tendo como única causa a certeza que em tão curto espaço de tempo de postulação não poderia desenvolver um trabalho adequado à magnitude da importância de tão distinta tarefa", disse o ex-jogador, em uma declaração pública divulgada nesta quarta-feira.

O prazo para inscrever as candidaturas à presidência da Fifa, que Blatter exerce desde 1998, expira na sexta-feira. A eleição para um mandato de quatro anos será realizada em junho.
 

Leia tudo sobre: FifaInternacionalFigueroafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG