Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após confusão, Cissé processa dirigente do Olympiakos

Atacante francês foi alvo de racismo na Grécia e acusa Vangelis Marinakis de ter proferido insultos publicamente

AE |

O atacante francês Djibril Cissé, do Panathinaikos, formalizou nesta sexta-feira uma ação contra o presidente do Olympiakos, por conta da confusão ocorrida no clássico do futebol grego, no sábado passado. 

Alvo de manifestações racistas na Grécia, Cissé acusa o presidente Vangelis Marinakis de ter proferido insultos publicamente e de não ter impedido que torcedores do Olympiakos invadissem o gramado e agredissem os jogadores do Panathinaikos. A partida foi vencida, por 2 a 1, pelo Olympiakos, líder isolado do campeonato. 

Após a partida, Cissé anunciou publicamente que deixará o futebol grego ao fim da atual temporada. O atacante, de 29 anos, soma 41 gols em 49 jogos na competição.

Leia tudo sobre: Futebol mundialFrançaCisséGréciaOlympiakos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG