Meio-campista teve negócio bancado por investidor e finalmente vestiu a camisa alviverde

Wesley era só sorrisos em sua apresentação pelo Palmeiras, nesta terça-feira, na Academia de Futebol
Francisco De Laurentiis
Wesley era só sorrisos em sua apresentação pelo Palmeiras, nesta terça-feira, na Academia de Futebol
Após uma longa novela, que durou quase dois meses, o meio-campista Wesley finalmente foi apresentado pelo Palmeiras na tarde desta terça-feira, após ter o negócio bancado pela empresa "TokSai Sports" . O jogador se disse "aliviado" com o fim da complicada negociação, que foi até tentada pelo sistema de crowdfunding (doações de torcedores pela internet), e revelou que precisou "comprar briga" com o Werder Bremen, seu time na Alemanha, para voltar ao futebol brasileiro. Ele vestirá a camisa 87, em referência ao ano em que nasceu.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Wesley vai usar número
Francisco De Laurentiis
Wesley vai usar número "diferente" no Palmeiras
"Estou muito feliz. Havia muitas pessoas querendo defender seus interesses, por isso toda a negociação foi complicada, ainda mais porque a equipe em que eu estava, o Werder (Bremen), não queria me liberar. Tive que comprar essa briga, principalmente por se tratar de uma equipe grande como o Palmeiras. Foi complicado, paguei um pouco pela demora, mas agora é isso. Já estou entrosado com o grupo e só falta colocar tudo em prática dentro de campo", afirmou.

CROWDFUNDING: Prestes a desnudar gata da TV, site dá dicas para o Palmeiras

"É a realização de um sonho, poder vir para uma equipe grande, com história. Estou ansioso, mas tenho que conter minha ansiedade para poder praticar um bom futebol. Agora, vamos ver o que o Felipão vai fazer, pois que decide sobre a escalação é o homem. O importante é que sou do Palmeiras", completou o atleta, de 24 anos. Já inscrito no Campeonato Paulista , Wesley já pode fazer sua estreia nesta quarta-feira, contra o Paulista, em Jundiaí.

PRONTO: Federação Paulista confirma inscrição de Wesley pelo Palmeiras no Estadual

Sem atuar desde dezembro, o reforço alviverde agora vai tentar adquirir ritmo de jogo o mais rápido possível para poder apresentar o futebol que o deixou famoso, principalmente quando jogou no Santos . "A parte física é uma situação na qual não tem como termos uma base, pois já faz um tempo que não jogo, apesar de estar treinando. A parte física tem que estar forte, no futebol de hoje é necessária, já ritmo de jogo é diferente. Não tenho previsão, mas espero estar o quanto antes com ritmo", afirmou. Inicialmente, Wesley deve ficar apenas como opção no banco de reservas.

INVESTIDOR: Empresa que bancou Wesley já vê novos negócios com o Palmeiras

Sala de imprensa do Palmeiras ficou lotada de jornalistas e torcedores para a chegada de Wesley
Francisco De Laurentiis
Sala de imprensa do Palmeiras ficou lotada de jornalistas e torcedores para a chegada de Wesley
Reforço muito esperado pela torcida, Wesley foi apresentado na presença do público que ajudou com doações para a campanha "Wesley no Verdão" . O jogador fez embaixadinhas e distribuiu brindes para os fanáticos, que também puderam participar da entrevista coletiva de apresentação do camisa 87. Sobre a expectativa criada sobre suas atuações, o volante pede tranquilidade com as cobranças, principalmente daqueles que tiraram dinheiro do próprio bolso para tentar bancar sua contratação.

RELEMBRE: Via telefone, ações de crowdfunding já fracassaram no Brasil

"A cobrança viria de qualquer forma, pagando ou não, ainad quando se trata desses valores altos (cerca de R$ 21 milhões, custo do negócio para o Palmeiras). Estou tranquilo, porque sou um cara que amo o que faço. Tudo que vem acontecendo na minha vida eu projetei, não vai ser novidade nenhuma. Vou mostrar garra, vontade e humildade, estou confiante e ciente da responsabilidade, sei que o Palmeiras tem jogadores de qualidade, e venho para somar", disse.

BOM HUMOR: Diretoria ouve piadas de torcedores na apresentação de Wesley

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.