Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após cinco meses, Ganso é liberado para treinar com bola

Meia, que se recupera de uma cirurgia no joelho, também realizará treinos progessivos de preparação física

Samir Carvalho, iG Santos |

O meia Paulo Henrique Ganso foi liberado pelo departamento médico do Santos para iniciar um trabalho individual com bola no gramado, além de treinos progressivos de preparação física. Segundo o médico do Santos, Mauricio Zenaide, a liberação do jogador está dentro do cronograma de recuperação do camisa 10, que passou por uma cirurgia no joelho esquerdo há cinco meses.

“Além da avaliação de ontem, o Ganso também havia passado por um teste isoscinético, que avalia a força, potência e resistência muscular. A musculatura da perna operada já está totalmente restabelecida, o que é extremamente importante. Porém, ainda precisamos aguardar o tempo de maturação biológica do enxerto que substituiu o ligamento que normalmente é de seis meses. Por isso, esta nova fase da recuperação será feita de forma gradativa e individualizada”, afirmou Zenaide.

Além dos trabalhos físicos e individuais com bola, Ganso continuará realizando sessões de fisioterapia e fortalecimento muscular. O jogador, inclusive, será reavaliado semanalmente pelo médico ortopedista José Ricardo Pécora, que foi o responsável pela cirurgia no atleta.

“Além das novas atividades em campo, continuaremos com as sessões de fisioterapia e fortalecimento muscular no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol). Este trabalho é feito desde dois dias depois da cirurgia e tem sido bem sucedido. Prova disso foi o resultado do teste isoscinético, no qual o Ganso teve aproveitamento equivalente a qualquer atleta do grupo”, disse o fisioterapeuta do Santos, Avelino Buongermino.

Paulo Henrique Ganso sofreu uma entorse no joelho esquerdo no segundo tempo da partida contra o Grêmio, na no dia 25 de agosto, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Na ocasião, o atleta rompeu o ligamento cruzado anterior e sofreu uma lesão parcial do menisco lateral. Já no dia 28 passou por cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

 

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG