Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após carta aberta, Caio revela desânimo de Loco Abreu no Botafogo

Atacante acredita que jogador uruguaio é um líder para o grupo e espera que Loco siga no clube carioca

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A declaração de Loco Abreu após a partida contra o Duque de Caxias, na última quinta-feira, ainda é assunto no Botafogo. Nesta segunda-feira, o atacante Caio falou sobre a reunião entre comissão técnica e jogadores, e sobre a carta aberta do uruguaio para a torcida botafoguense. Segundo o 'talismã', Loco Abreu parece desanimado e chateado com a repercussão do caso.

"A gente conversou bastante na reunião. O Joel sabe conversar bastante, o Loco, que é um líder no grupo também fala muito bem. No final acabou todo mundo dando risada, que é bom para o grupo. Mas dá para notar que o Loco está um pouco desanimado, pela carta você consegue ver isso. Acho que com os amigos que ele tem aqui dentro, a gente vai tentar mudar a cabeça dele", disse Caio.

Na carta, Loco Abreu coloca o cargo à disposição da diretoria caso esteja atrapalhando o grupo. Para Caio, perder o uruguaio seria um forte baque para o Botafogo. "Não é hora nem o momento de perder um líder. Eu não sei se ele tem chance sair, mas o nosso dever é tentar fazer ele ficar. Se ele quiser sair, vou torcer por ele, mas espero que isso não aconteça", declarou o atacante botafoguense.

Quem também comentou a chance de Loco Abreu deixar a equipe foi o goleiro Jefferson, que não vê motivo para o uruguaio sair do Botafogo. "O Loco não falou comigo sobre sua decisão. Essa questão se ele vai sair ou não será resolvida com a diretoria. De qualquer forma, não vejo porque ele fazer isso porque o grupo está com ele. Não vejo porque ele querer buscar novos ares”, disse Jefferson em entrevista à rádio Brasil.

Leia tudo sobre: botafogoloco abreuuruguaicampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG