Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após ‘apagão’, Santos sofre virada e se complica na Libertadores

Santos saiu na frente, mas deixou o Colo Colo virar o jogo no primeiro tempo e perdeu no Chile por 3 a 2

Samir Carvalho, iG Santos |

O Santos perdeu de virada para o Colo Colo por 3 a 2 nesta quarta-feira, no estádio Monumental de Santiago, no Chile, pela terceira rodada da Copa Libertadores da América, e ficou em situação complicada para conseguir a classificação para a próxima fase da competição continental

Após começar o jogo vencendo em uma cobrança de falta de Elano que contou a falha do goleiro Castilho, o Santos sofreu um ‘apagão’ no primeiro tempo e permitiu a virada dos chilenos, que marcaram os três gols na primeira etapa. O Colo Colo contou com falhas individuais de Elano e Rodrigo Possebon para 'construir' o marcador. Já os gols do Santos foram marcados por Elano e Neymar.

A derrota deixa o Santos em situação difícil na Libertadores. O time de Neymar e Ganso continuam na terceira colocação, com apenas dois pontos. Já o Colo Colo assume a liderança do grupo, com seis, e deixa o Cerro Porteño na segunda colocação, com cinco pontos.

Após a derrota para o Colo Colo nesta quarta-feira, o Santos volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Bragantino, às 18h30 (de Brasília), em Bragança Paulista, pela 14ª rodada do Campeonato Paulista. Já pela Libertadores, o Santos só jogará no dia 6 de abril, contra o mesmo Colo Colo, na Vila Belmiro.

O jogo
A partida começou bastante movimentada. O primeiro chute a gol foi do Colo Colo. Salcedo arriscou de fora da área para fácil defesa de Rafael. O Santos respondeu em cobrança de falta de Elano. A bola também era fácil para o goleiro Castilho, mas o ex-camisa 1 do Botafogo-RJ falhou na jogada e viu os santistas abrirem o marcador com um chute de longe de seu camisa 8.

Após o gol, o Santos começou a sentir a forte marcação dos chilenos, que faziam muitos faltas, principalmente em Neymar. Se não bastasse, o Colo Colo empatou o jogo na primeira jogada de perigo. Aos 27 minutos, Paredes recebeu um belo passe de Miralles, girou em cima do zagueiro Durval e chutou colocado no canto de Rafael.

O Colo Colo ganhou confiança após o gol. Três minutos depois, os chilenos quase viraram a partida. Em contra-ataque, Paredes recebeu lançamento na esquerda e cruzou na área, a bola sobrou para Jorquera, que finalizou na saída do goleiro e a bola passou muito perto da trave de Rafael.

No entanto, não demorou muito para o Colo Colo passar a frente no marcador. Aos 34 minutos, em mais um contra-ataque, que contou com a falha de Elano, Miralles recebeu a bola na área e chutou forte para virar o jogo. A situação do Santos piorou no final do primeiro tempo. Os chilenos cobraram falta da intermediária, e Scotti ganhou de Possebon no alto para fazer de cabeça o terceiro gol.

Na saída de campo após o término do primeiro tempo, Elano reclamou dos companheiros apesar de ter perdido a bola no lance que resultou o segundo gol do Colo Colo. “Estamos jogando Liberadores fora de casa e não podemos errar desse jeito não”, reclamou Elano.

No segundo tempo, Neymar fez sua primeira boa jogada na partida, passou por dois marcadores e tocou para Zé Eduardo, que rolou a bola para Danilo finalizar para boa defesa de Castillo. Porém, o Colo Colo respondeu no mesmo nível. Após cruzamento na área, Paredes ajeitou de cabeça para Miralles acertar um ‘voleio’ no travessão.

Em seguida, Elano recebeu um belo passe de Ganso e ficou sem marcação na frente do goleiro, mas desperdiçou uma grande chance ao chutar em cima de Castillo. Mas, um minuto depois, Ganso mais uma vez deixou um companheiro na frente do gol. Desta vez, Neymar recebeu, driblou o goleiro e fez o segundo gol do Santos no jogo.

Aos 14 minutos, o Santos quase empatou o jogo em mais uma falha do goleiro Castilho. Após chute de Pará de fora da área, o goleiro soltou a bola nos pés de Neymar, que tentou driblá-lo e desperdiçou uma grande oportunidade. Aos 24 minutos, o Colo Colo reagiu à pressão santista. Paredes cabeceou sozinho na pequena área, no contrapé de Rafael, e a bola passou muito perto da trave.

Dois minutos depois, o Santos respondeu com perigo. Após boa tabela com Ganso, Elano chutou da entrada da área e Castilho fez boa defesa, jogando para escanteio. Porém, o Colo Colo segurou a pressão do Santos, conseguiu a vitória e assumiu a liderança do grupo.

FICHA TÉCNICA – COLO COLO-CHI 3 X 2 SANTOS

Local: Estádio Monumental David Arellano, em Santiago (Chile)
Data: 16 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Sergio Pezzotta (Argentina)
Assistentes: Gustavo Esquivel e Diego Bonfa (ambos da Argentina)
Cartões amarelos: Neymar, Pará e Rodrigo Possebon (Santos); Cabrera, Cabión, Mena, Paredes e Scotti (Colo Colo)

Gols:
Colo Colo
– Paredes aos 27 minutos, Miralles aos 34 minutos e Scotti aos 41 minutos do primeiro tempo
Santos – Elano aos quatro minutos do primeiro tempo e Neymar aos três minutos do segundo tempo

COLO COLO: Castillo; Cabión (Ormeno), Scotti, Cabrera e Jérez; Mena (Pavez), Salcedo, Fuenzalida, Jorquera e Paredes; Miralles

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Danilo, Elano e Paulo Henrique Ganso (Keirrison); Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite)
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)


 

Leia tudo sobre: santoscopa libertadores 2011colo colo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG