Tamanho do texto

Acho que as coisas têm apenas um ciclo de cronograma. Cumprindo esse cronograma, esse estádio sai, afirmou Luís Álvaro de Oliveira

O projeto do futuro estádio do Corinthians, possível sede da abertura da Copa do Mundo de 2014, ainda é cercado por desconfiança. Após almoçar com Andrés Sanchez, presidente do clube do Parque São Jorge, Luís Álvaro Ribeiro, mandatário do Santos, manifestou confiança na empreitada.

"Tenho quase absoluta certeza que a abertura vai ser aqui (em São Paulo). Eu acredito nesse projeto do estádio do Corinthians, acho que vai sair. Estava aqui do lado do Andrés e ele está muito otimista. Acho que as coisas têm apenas um ciclo de cronograma. Cumprindo esse cronograma, esse estádio de Itaquera sai", apostou.

Andrés Sanchez e Luís Álvaro Ribeiro almoçaram juntos na última segunda-feira, durante evento com a presença de Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), em São Paulo. A arena corintiana depende de um aumento de sua capacidade para receber o primeiro jogo do Mundial de 2014.

"Pelo que entendi, o estádio ainda não foi oficialmente homologado e o projeto está sendo apreciado. Ele está dentro do cronograma factível do ponto de vista da Fifa. Acho que na hora certa, se atender às expectativas da entidade, poderá ser homologado. O meu palpite é que ele sai e vai ser o estádio da abertura", afirmou o santista.

Durante o evento, José Carlos Ferreira Alves, vice-presidente do Conselho Deliberativo do São Paulo, questionou Ricardo Teixeira sobre a viabilidade financeira do projeto do Corinthians e ainda citou a situação do terreno em Itaquera escolhido para abrigar a arena.

Visivelmente irritado com a pergunta do dirigente são-paulino, Andrés Sanchez deixou o evento antes do final. Bem-humorado, Luís Álvaro Ribeiro brincou: "Eu acho que ele foi buscar o dinheiro que está faltando (para a ampliação do estádio)".

Com a Vila Belmiro fora da disputa por receber jogos da Copa do Mundo de 2014, o Santos deseja que a cidade litorânea seja oficializada como sub-sede da competição. "Estamos trabalhando neste pedido", confirmou o mandatário da equipe praiana.

    Leia tudo sobre: futebol