Tamanho do texto

Apenas 59 pessoas viram o time carioca finalmente vencer na competição, em partida contra o Asa-AL

Diante das 59 pessoas que pagaram ingresso para assistir à sua 17ª partida no torneio, o Duque de Caxias desencantou e finalmente venceu pela primeira vez no Campeonato Brasileiro da série B. Em partida disputada na noite desta terça-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, a equipe derrotou o ASA de Arapiraca por 2 a 1.

A vitória fez o Duque de Caxias subir para oito pontos ganhos, mas continua na última colocação. Já o time alagoano segue com 24 pontos mas caiu para a sétima posição.

O resultado fez justiça ao futebol mais objetivo mostrado pelo time dirigido por Paulo Campos que estabeleceu a vantagem no primeiro e soube defender o resultado. O ASA demorou a se encontrar na partida mas não conseguiu furar o esquema defensivo montado pelos donos da casa.

Na próxima rodada, o Duque de Caxias vai enfrentar a Portuguesa. O ASA receberá o Bragantino em Arapiraca. 

O Jogo
Apesar da tradicional ausência da torcida, o Duque de Caxias começou a partida no ataque e logo aos seis minutos, o time da Baixada Fluminense abriu o marcador. Léo fez boa jogada individual, se livrou da marcação e chutou no canto direito do goleiro Gilson. O ASA não se assustou e aos oito minutos, Fabinho Romão cabeceou e Marcelo Carné evitou o empate com grande defesa.

Aos dez minutos, o time da casa ampliou. Galvão lançou Gilcimar que dominou e bateu sem chances para o goleiro alagoano. O time alagoano partiu para o ataque e anotou seu primeiro gol aos 15 minutos através de Reinaldo que recebeu ótimo passe de Didira e bateu para vencer o goleiro do Duque de Caxias.

Logo depois o técnico Vica trocou Raul por Vitinha o que deu mais mobilidade ao ataque. Só aos 29 minutos é que o Duque de Caxias voltou a incomodar a defesa do time do Rio de Janeiro em chute de Túlio Souza que levou muito perigo ao gol alagoano.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Duque de Caxias reassumiu o controle da partida e manteve a pressão sobre o adversário, mesmo sem criar mais chances de marcar.

O time alagoano voltou para o segundo tempo com um esquema mais ofensivo trocando o meia Fabinho Romão pelo atacante Alexsandro. E aos dez minutos, Didira quase marcou o gol do empate, mas errou a cabeçada quando estava livre na área.

Entre para a Torcida Virtual do iG Esporte e ajude seu time a subir no ranking

O Duque de Caxias voltou com o mesmo padrão de jogo mostrado no primeiro tempo com o meia Túlio Souza encostando nos atacantes Galvão e Gilcimar. Aos 15 minutos, a equipe da Baixada Fluminense quase marcou o terceiro gol. O lateral Everton Silva cruzou para a pequena área, o goleiro Gilson não conseguiu cortar mas a zaga afastou o perigo.

Aos 20 foi a vez do ASA ameaçar com um chute forte de Raulen que obrigou Marcelo Carné a praticar grande defesa. O Duque de Caxias reforçou a marcação para defender o resultado enquanto o ASA, apesar das alterações, não conseguia criar oportunidades para marcar o gol do empate.

Aos 34 minutos, Raulen voltou a bater forte e exxigir grande defesa do goleiro Marcelo Carné. A partir dos 35 minutos, o Duque de Caxias recuou para seu campo com o objetivo de garantir o resultado, enquanto o time visitante aumentava a pressão em busca do gol de empate.

Mesmo assim, o time da casa quase conseguiu o terceiro gol em jogada individual de Everton Silva que driblou dois zagueiros do time alagoano e chutou com perigo.

FICHA TÉCNICA
DUQUE DE CAXIAS 2 X 1 ASA

Local: Estádio Raulino de Oliveira em Volta Redonda
Data: 16 de agosto de 2011, terça-feira
Horário: 19h30min (de Brasília)
Árbitro: Antonio Neuricláudio Costa(AC)
Assistentes : Rener Carvalho e Jean Carlos da Silva(AC) público: 59 pagantes
Cartão Amarelo : Everton Silva,Lucão, Edu Pina(DC); Chiquinho Baiano(ASA)

Gols:
DUQUE DE CAXIAS: Leonardo aos seis e Gilcimar aos dez minutos do primeiro tempo
ASA: Reinaldo aos 15 minutos do primeiro tempo.

DUQUE DE CAXIAS: Marcelo Carné; Everton Silva, Lucão,Santiago(Genilson) e Léo(Abedi); Julio César, Túlio Souza, Edu Pina(Paulão) e Leandro Teixeira; Gilcimar e Galvão
Técnico: Paulo Campos

ASA : Gilson; Raulen, Leandro, Thiago Alves e Chiquinho Baiano; Emerson, Fabinho Romão(Alexsandro), Didira(Léo Dias), Marielson e Raul(Vitinha); Reinaldo Alagoano
Técnico : Vica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.