Zagueiro estava longe deste tipo de trabalho desde agosto, quando foi dispensado pelo Grêmio

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860094535&_c_=MiGComponente_C

Se o Inter trata o Brasileirão como um treino para o Mundial, o zagueiro Rodrigo trata os treinamentos como uma final de campeonato. Nesta quarta, o defensor realizou seu primeiro trabalho com bola desde que acertou com o Internacional. Longe deste tipo de trabalho desde agosto, quando foi dispensado pelo Grêmio, o jogador revelou o desejo de recuperar o tempo perdido, mesmo que falte pouco tempo até o Mundial de Clubes, competição na qual deverá ser inscrito.

Rodrigo já pensa no Mundial. Assista

"Se eu não estiver com o ritmo de jogo ideal, quero estar bem taticamente e no treino com bola eu ganho tecnicamente também", entende o jogador. Sem poder atuar pelo Brasileirão por já ter feito mais de seis partidas pelo tricolor, Rodrigo também se vê impedido de participar dos jogos da equipe B pelo interior gaúcho. As inscrições para a Copa Ênio Costamilan já estão encerradas.

Mesmo sem poder atuar, Rodrigo avisa que disputará a titularidade. "Vou disputar vaga de titular, se não agora, no ano que vem. O treinador é quem define, mas buscarei isso sempre", prometeu. Rodrigo deve ser inscrito na lista do Inter que vai aos Emirados Árabes buscar o bi do Mundial de Clubes. Sua contratação teve este propósito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.