Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após 1 mês de jejum no Carioca, Botafogo faz as pazes com vitória

Time venceu Volta Redonda por 4 a 2. Último triunfo no Estadual havia sido contra o Fluminense, dia 6 de fevereiro

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Não foi uma apresentação de gala, mas a torcida do Botafogo deixou o Engenhão aliviada na tarde desde sábado de Carnaval. O time derrotou o Volta Redonda por 4 a 2, pela primeira rodada da Taça Rio, selando o reencontro com a vitória.

O último triunfo alvinegro no Campeonato Estadual foi há quase um mês, no clássico com o Fluminense (3 a 2), dia 6 de fevereiro. O próximo compromisso do Botafogo será quarta-feira, contra o Nova Iguaçu, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

nullO jogo
O time alvinegro jogou sem a sua principal estrela. O atacante Loco Abreu, ainda com dores por conta de uma inflamação no nervo ciático, desfalcou a equipe. No entanto, sem a maior referência de gol na área, o Botafogo não demorou para abrir a contagem. Aos 4 minutos, Lucas é derrubado por Fabinho na área. O argentino Herrera, no minuto seguinte, cobra e faz 1 a 0. A bola ainda tocou no goleiro Mauro, que por pouco não evitou o gol.

Com a vantagem, o time de Joel Santana foi administrando a partida. Na base do toque de bola, o Botafogo envolvia o Volta Redonda e não custou muito para ampliar. Caio, de cabeça, fez 2 a 0, aos 19, escorando cruzamento de Everton.

Mas o Volta Redonda descontou em um lance de pura trapalhada dos zagueiros alvinegros. Jonathan ficou com a sobra da rebatida da defesa e chutou sem força. Antônio Carlos, em cima da linha, tenta tirar, mas acaba empurrando para o fundo da rede. O árbitro assinalou gol de jogador do Volta Redonda.

A partir daí, o time de Dário Lourenço cresceu na partida. Não respeitou os donos da casa foi atrás do empate. Tanto ímpeto, porém, fez Léo Gonçalves acertar uma cotovelada em Herrera numa disputa de bola. Cartão vermelho, aos 35. Era o momento de o Botafogo dominar as ações, já que ficou com um homem a mais, e manter a vantagem até o intervalo.

Mas não foi exatamente o que aconteceu. O Volta Redonda, mesmo com dez, marcou a saída de bola no campo de defesa do Botafogo. A pressão surtiu efeito no fim do primeiro tempo. Jonathan foi derrubado por Bruno Tiago na entrada da área. Padovani cobrou com categoria e Jefferson fez bela defesa. Na cobrança de escanteio, aos 41, Ávalos cabeceia para o fundo da rede, deixando tudo igual no Engenhão.

Gazeta Press
Botafoguenses comemoram gol no Engenhão
O técnico Joel Santana trocou ainda no intervalo Renato Cajá por Alex. Quis dar mais ofensividade ao Botafogo, que estava em vantagem numérica, mas não sabia se livrar da marcação adversária. E logo aos 2 minutos, brilhou a estrela do treinador. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Mancha cabeceia nas costas de Padovani, No rebote, o próprio jogador finaliza para colocar o Botafogo novamente na frente: 3 a 2.

Aos 11, foi a vez de brilhar a estrela de Joel e de Alex. O meia recebeu de Lucas e, livre, só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e decretar a vitória alvinegra. Houve tempo ainda de Joel perder a paciência com Caio. O atacante, que vinha pleiteando vaga no time titular, tirou a paciência do treinador. Não obedeceu taticamente as instruções do comandante e acabou substituído por Fabrício, aos 19.

A partir daí, os sete torcedores do Volta Redonda presentes ao Engenhão viram o time ser envolvido sem ter forças para reagir. As coisas pioraram quando Glauber foi expulso aos 40, ao cometer falta em Antônio Carlos.

FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO 4 X 2 VOLTA REDONDA

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 5 de março de 2011 (Sábado)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe da Silva (RJ)
Assistentes: Wagner Santos (RJ) e Jackson dos Santos (RJ)

GOLS
Primeiro tempo: Herrera (5), Caio (19), Jonathan (22) e Ávalos (41)
Segundo tempo: Rodrigo Mancha (2) e Alex (11)

CARTÕES AMARELOS: Márcio Azevedo, Rodrigo Mancha, Everton, Caio, Jonathan e Glauber
CARTÕES VERMELHOS: Léo Gonçalves e Gláuber

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, Antônio Carlos, Márcio Rosário e Márcio Azevedo; Rodrigo Mancha, Bruno Tiago, Everton e Renato Cajá; Herrera e Caio (Fabrício)
Técnico: Joel Santana

VOLTA REDONDA: Mauro; Serginho, Ávalos, Padovani e Fabinho (Tiago Costa); Jonilson, Bruno Lança, Léo Capixaba e Gláuber; Jonathan e Jean (Bruno Lança)
Técnico: Dário Lourenço

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG