Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar do mistério, rival do Santos prioriza bolas aéreas

iG acompanhou o único treino do Cerro com portões abertos antes de pegar o time paulista na Libertadores

Samir Carvalho, enviado iG a Assunção |

O Cerro Porteño considera a partida contra o Santos nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Olla Azulgrana, em Assunção, no Paraguai, pelas semifinais da Copa Libertadores da América, o jogo mais importante da equipe nesta temporada. Desta forma, o time do técnico Leonardo Astrada faz mistério e prioriza os treinos com portões fechados. O iG acompanhou nesta segunda-feira o único treino aberto do Cerro antes do jogo contra a equipe santista.

Após um longo período de treino recreativo no estádio Olla Azulgrana, Astrada levou os jogadores para o campo e trabalhou o ponto mais forte do Cerro Porteño: a bola aérea. Os atletas realizaram um treino de cruzamentos e esperam surpreender o Santos com as bolas cruzadas na área.

“Toda equipe paraguaia é forte na jogada aérea, somos caracterizados por isso. O Santos terá que ter muito cuidado e estamos preparados e com muita vontade de passar à final”, afirmou o zagueiro Pedro Benítez, que marcou um gol de cabeça no Santos na derrota dos paraguaios por 2 a 1 na fase de grupos da Libertadores.

A equipe paraguaia realizou um treinamento secreto no último domingo e repetirá a estratégia nesta terça-feira. Priorizando o duelo contra o Santos, Astrada escalou a equipe sub 20 para atuar pelo Campeonato Paraguaio no último final de semana.

O Cerro Porteño tem apenas uma dúvida para o duelo contra o Santos. O meia Villarreal está na lista de relacionados para a partida, mas ainda não está confirmado na equipe, já que se recupera de uma lesão muscular na coxa. Caso não tenha condições de atuar, Astrada deve optar pelo volante Burgos.

Desta forma, o Cerro deve enfrentar o Santos com a seguinte formação: Diego Barreto; Ivan Piris, Pedro Benítez, Mariano Uglessich e César Benitez; Luis Caceres, Júlio dos Santos, Villarreal (Burgos) e Torres; Fabbro e Fredy Barreiro.

Já o Santos chega nesta terça-feira ao Paraguai. O técnico Muricy Ramalho comandará o treino de reconhecimento de gramado no estádio Olla Azulgrana no início da noite. Em seguida, a equipe ficará concentrada para o jogo desta quarta-feira. O time da Vila Belmiro precisa apenas empatar para garantir uma vaga na final da competição, já que venceu o jogo de ida por 1 a 0 , no Pacaembu.

Samir Carvalho
A bola cruzada na área, sempre pelo alto, é o ponto forte do time paraguaio

Leia tudo sobre: SantosCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG