Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar de sufoco, Hernández decide e Manchester vai às quartas

Mexicano fez os gols da vitória do United contra o Olympique, nas oitavas de finais da Liga dos Campeões

Gazeta |

O Manchester United manteve o sonho de conquistar o seu quarto título da Liga dos Campeões da Europa nesta terça-feira, quando venceu o Olympique de Marselha por 2 a 1, no Estádio Old Trafford, e garantiu presença nas quartas de final da competição de clubes mais importante do mundo. Os gols do time inglês foram marcados pelo mexicano Javier 'Chicharito' Hernández, que vem se firmando como titular da equipe. Pelos franceses, o zagueiro Brown marcou contra, já no fim do segundo tempo.

O time da casa abriu o placar no início do primeiro tempo, mas o restante da etapa inicial foi difícil para os "Diabos Vermelhos", que levaram sufoco do Olympique. No segundo tempo, o Manchester voltou mais ligado em campo e acabou ampliando a vantagem aos 30 minutos, novamente com Hernández. Pouco depois, Brown marcou contra e deu esperanças aos franceses, que, no entanto, não conseguiram o empate que lhes daria a classificação.

Nesta sexta-feira pela manhã (no horário de Brasília) a Uefa sorteará todos os confrontos das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Com a classificação, o Manchester atingiu esta fase do torneio pela quarta vez consecutivamente.

O jogo
O Manchester United conseguiu abrir o marcador logo em sua primeira chance ofensiva. Aos quatro minutos, Ryan Giggs lançou Rooney na esquerda. Com consciência, o Shrek bateu cruzado para dentro da área e encontrou Hernández livre para empurrar a bola para o fundo das redes.

Impelido a buscar o empate, já que qualquer igualdade lhe daria a classificação, o Olympique deu a primeira mostra de melhora na partida quatro minutos depois do gol sofrido, quando Gignac recebeu entre os zagueiros do Manchester e chutou por cima do gol de Van der Sar.

A jogada foi um exemplo do que viria a acontecer no restante do primeiro tempo. Dominando o meio de campo, o Olympique passou a criar muitas dificuldades para a saída de bola do Manchester United, e isso fez com que o time francês passasse a criar as melhores oportunidades.

Aos 35 minutos, Diawara surgiu livre na defesa do Manchester United e cabeceou para fora um escanteio da equipe francesa. Quatro minutos mais tarde, o Olympique voltou a assustar, desta vez com Cheyrou, que arriscou de fora da área e obrigou Van der Sar a fazer a defesa em dois tempos.

Na volta para o segundo tempo, o Manchester voltou com outra postura para o campo. Mais ofensivos, os Diabos Vermelhos passaram a tomar a iniciativa do jogo, pressionando o Olympique. O time francês, no entanto, seguiu arriscando as suas descidas ao ataque, visando a igualdade, que lhe daria a classificação.

Com o atacante Wayne Rooney entrando mais na partida, o Manchester criava chances perigosas pelo lado direito, enquanto o Olympique assustava Van der Sar nos contra-ataques. Aos 29 minutos, Cheyrou apareceu livre dentro da área, mas o goleiro holandês fez defesa segura.

Um minuto depois, o Manchester aumentou o placar e deu um alívio para a sua torcida. Em jogada que começou com o equatoriano Valencia, Giggs cruzou para Hernández que, novamente livre na grande área, escorou para as redes.

Mesmo abalado, o Olympique colocou fogo no jogo seis minutos mais tarde, quando Brown dividiu a bola com Heinze após um escanteio e acabou desviando para o seu próprio gol.

Precisando do empate para conseguir a classificação, o Olympique tentou pressionar o Manchester United, mas conseguiu, no máximo, realizar cruzamentos pouco perigosos para a meta do time inglês, que só precisou esperar o apito final para comemorar a vaga para as quartas de final.


FICHA TÉCNICA - MANCHESTER UNITED 2 x 1 OLYMPIQUE DE MARSELHA

Local: Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Data: 15 de março de 2011, terça-feira
Horário: 16h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)
Assistentes: Roberto Alonso Fernandes e Jesús Calvo Guadamuro (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Hernández (Manchester United); Remy e Valbuena (Olympique de Marselha)

Gols: MANCHESTER: Javier Hernández, aos quatro minutos do primeiro tempo e aos 30 do segundo tempo. OLYMPIQUE: Brown (contra), aos 36 minutos do segundo tempo

MANCHESTER UNITED: Van der Sar; O'Shea (Rafael, depois Fábio), Smalling, Brown e Evra; Carrick, Scholes, Nani (Valencia) e Giggs; Rooney e Hernández. Técnico: Alex Ferguson

OLYMPIQUE DE MARSELHA: Mandanda; Fanni, Diawara, Heinze e Taiwo; Mbia (Jordan Ayew), Lucho González e Cheyrou; Rémy, Ayew e Gignac (Valbuena). Técnico: Didier Deschamps

Leia tudo sobre: futebol mundialmanchester unitedfrançainglaterraliga

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG