Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar de fratura, Eron quer estar em campo contra o Figueirense

Lateral-esquerdo do Atlético-MG teve uma fratura no nariz, mas seu aproveitamento não está descartado

Gazeta |

O jovem lateral-esquerdo do Atlético-MG , Eron , que deixou a partida contra o Grêmio de ambulância , depois de ser agredido com um soco no nariz pelo atacante gremista Leandro , passa bem, e a suspeita de fratura foi confirmada pelos médicos atleticanos. O curioso e que no lance da agressão, o árbitro paulista Guilherme Cereta, não advertiu o atleta e se quer marcou falta.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time

"Para falar a verdade, eu não vi nada. Eu comecei a engasgar com o sangue na minha garganta, mas graças a Deus está tudo bem", disse o atleta, que afirmou que não conseguiu entender o motivo da agressão. "A gente sofre um lance desse e fica assim, sentindo muitas dores no nariz. É covardia o que o cara fez. Eu já tinha ganhando a frente dele e ele me dá um soco. O juiz não deu nada. A arbitragem tinha que ver os lances e ser mais coerente", frisou.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Apesar do susto e da fratura, Eron garante que terá condições de atuar no sábado, diante do Figueirense. De acordo com o departamento médico do Atlético-MG, apenas o atleta pode dizer se vai ter condição ou não de estar em campo. "Se Deus quiser, eu vou jogar sábado. O grupo vem me elogiando e eu tenho trabalhado muito. Quero continuar dando sequência a isso ", disse o jogador de apenas 19 anos.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Eron

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG