A árbitra não marcou claro pênalti contra Guiné, que também teve um de seus gols feitos por uma jogadora em impedimento

A Austrália se recuperou da derrota para a seleção brasileira na estreia da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Neste domingo, venceu Guiné Equatorial por 3 a 2, pela segunda rodada da fase de grupos, apesar de um grosseiro erro da árbitra húngara Gyngyi Gaal, aos 16 minutos do primeiro tempo.

A atacante Leena Khamis havia marcado o primeiro gol, no canto esquerdo da goleira adversária, aos oito minutos, mas desta vez, acertou a trave. No rebote, a zagueira adversária Bruna, dentro da área, agarrou a bola com as duas mãos. Percebendo o erro, soltou-a rapidamente. A árbitra mandou o jogo seguir, apesar das reclamações desesperadas das australianas, que pediam cartão vermelho, além de pênalti.

Aos 20 minutos, a situação piorou, pois a avançada Anonma empatou para Guiné Equatorial. No entanto, na etapa final, a meia Emily van Egmond, aos três, e a atacante Lisa de Vanna, aos seis, garantiram a vitória da Austrália. Anonma ainda fez mais um.

A Austrália foi aos três pontos e igualou Brasil e Noruega, que jogam nesta tarde . Na última rodada, a equipe oceânica enfrenta as norueguesas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.