Tamanho do texto

Os gaúchos aceitaram ampliar por mais um ano o empréstimo do lateral, contanto que a Ponte arque com todo o salário do atleta

A campanha do acesso da Ponte Preta deixou vários jogadores alvinegros em evidência no cenário nacional. Um dos principais destaques do time, o lateral esquerdo Uendel foi um a sofrer com o assédio de outros clubes, no entanto, a Macaca conseguiu segurar o jogador por mais um ano.

Para o negócio ser concluído, dirigentes do clube viajaram até Porto Alegre onde se reuniram com o Grêmio , clube detentor dos direitos econômicos de Uendel. Os gaúchos aceitaram ampliar por mais um ano o empréstimo do lateral, contanto que a Macaca arque com todo o salário do atleta, que pediu aumento após o ano de sucesso.

A cláusula foi aceita pelo clube de Campinas, mostrando, mais uma vez, a diretriz da direção para a próxima temporada. Com a ideia de fazer um bom Estadual e garantir pelo menos a permanência na primeira divisão nacional, a Ponte tenta manter os principais jogadores do time na medida do possível. Antes de Uendel, o goleiro Reynaldo, o zagueiro Wescley e os volantes João Paulo e Xaves foram outros a renovar.

Além disso, a Macaca já anunciou quatro reforços para 2012: o goleiro Lauro (Internacional), o lateral-direito Cicinho (Brasiliense), os zagueiros Gian (Avaí) e Tiago Garça (ABC) e o atacante Leandrão (ABC).

A Ponte Preta estreia no Campeonato Paulista em 22 de janeiro diante do São Caetano, no Anacleto Campanella.