Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar da vitória, Tite diz que faltou “faca nos dentes”

Tite sentiu falta de gana pelo gol entre seus comandados e cobrou mais apetite no Paulista

Bruno Winckler, iG São Paulo |

A vitória do Corinthians sobre o Linense por 1 a 0 neste domingo não foi exatamente o que esperava o técnico Tite. Apesar dos três pontos e da manutenção dos 100% de aproveitamento no campeonato, o treinador notou uma falta de vontade e de gana pela vitória dos seus atletas. Ele usou a tímida comemoração do gol de Emerson, já aos 34 minutos do segundo tempo, como exemplo de que o time precisa vibrar e querer mais.

AE
Emerson conduz a bola sob olhar de Tite

“Foi essa a minha cobrança dentro do vestiário. Não pode jogar ou fazer gol como uma obrigação. Você tem que ser intenso naquilo que conquista. Futebol não é assim. Tem de ter gana de vencer. Vibra pelo gol que fez. Precisa sentir esse sabor de vencer, valorizar essas pequenas conquistas. Você só valoriza grandes conquistas se também valoriza os pequenos passos”, disse Tite, que comparou a dedicação a cada jogo com o marido casado com a mesma esposa por 30 anos. “Isso é amor. Tem de ser assim todo jogo”, brincou.

O treinador disse também que faltou “faca nos dentes” dos seus atletas, que mesmo tendo as melhores chances do jogo, não conseguiram converter um gol ainda no primeiro tempo. O técnico está preocupado com a forma que seus jogadores vêem os rivais do Paulistão, bem menos tradicionais que os adversários que a equipe se acostumou a enfrentar no Brasileiro.

“Faltou a jogada terminal, o agudo, a faca entre os dentes para fazer o gol. Teve mais de 60% da posse de bola, mas não se expôs achando que faria gol a qualquer hora. Tem de ser objetivo. Foi assim que fizemos sempre e é assim que se faz. Faltou aquela concentração, o agudo, ser terminal”, disse o treinador.

Leia tudo sobre: corinthianslinensepaulistão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG