Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apesar da violência, Roberto Carlos se diz feliz na Rússia

Mesmo com o risco de atentados terroristas na região em que vive, lateral diz "vida na Rússia é incrível"

Gazeta Esportiva |

Defendendo há pouco mais de um mês a camisa do Anzhi Makhachkala, da Rússia, o lateral Roberto Carlos, que conta com um contrato de dois anos e meio com o time da região do Daguestão, revelou estar feliz com a sua nova vida. De acordo com o jogador, nem mesmo o frio pode estragar sua passagem pelo futebol do leste europeu.

"A vida na Rússia é incrível. Sou feliz lá", explicou em entrevista ao jornal Marca. "O presidente do clube me trata como a um filho. Não me quer só como jogador, mas como a imagem do clube, para que fique conhecido em todo o mundo e ainda ajude a melhorar o futebol russo", continuou.

Mesmo com os problemas da violência que atinge a região do Daguestão, como atentados terroristas organizados por rebeldes que visam a criação de um Estado islâmico, Roberto Carlos negou que sua vida seja influenciada pelos incidentes.

"Problema é não ter dinheiro para pagar conta de luz. Estou vivendo outra etapa da minha vida. Em Moscou, tenho tudo o que preciso e estão me tratando com muito respeito. Contamos com 15 policiais que nos acompanham. Eu ainda tenho três guardas-costas. Há pouco houve um atentado, mas é melhor não ficar pensando nisso", completou.

Leia tudo sobre: futebol mundialrussiaroberto carlosanzhi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG