Presidente atleticano diz que vai tentar permanecer no clube por mais três anos para colher os frutos

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Alexandre Kalil é presidente do Atlético-MG desde outubro de 2008 e vai tentar a reeleição
O momento do Atlético-MG não é dos melhores dentro de campo. O time está há oito partidas sem vencer, foi eliminado nessa terça-feira da Copa Sul-Americana e no Brasileirão está na zona de rebaixamento . Mesmo assim o presidente Alexandre Kalil não vai se afastar do clube. Bastante pressionado pelos torcedores, o mandatário atleticano garantiu que vai se candidatar à reeleição em dezembro.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

“Eu sou candidato à presidência do Atlético no final do ano. Meu nome estará na cédula e o Conselho poderá consagrá-lo ou tirá-lo. Se há algum movimento pensando em me desestabilizar como dirigente, esqueça. Quero dizer que é legítimo que qualquer atleticano, que esteja dentro da legalidade, seja candidato a presidente, até porque, estou dando a notícia para quem quer se candidatar”, disse Kalil em entrevista coletiva.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Segundo o presidente do Atlético-MG, a decisão foi tomada depois de conversar com os três filhos. Kalil comentou no assunto no momento em que é criticado por torcedores e alguns candidatos ao cargo começam a fazer pressão por conta do momento ruim da equipe no Brasileirão. Sobre sua administração, Alexandre Kalil ressaltou vários números , mostrados pelo iG em abril.

“Está muito bom ser presidente. O cara vai pegar um clube organizado, bacana. É ótima oportunidade para os que querem ser presidente”.

Quando assumiu o Atlético-MG, Alexandre Kalil encontrou um clube que faturava R$ 60 milhões por anos. Três anos depois o faturamento atleticano já é de R$ 103 milhões. Para o presidente atleticano, é apenas uma questão tempo os resultados em campo começarem a ser positivos.

“Eu quero colher o que foi plantado aqui dentro, e eu vou colher, certamente. O Atlético anda muito bem e o orçamento deste ano já está devidamente fechado. Não temos problema para levar o Atlético até dezembro. Eu, ou qualquer outro presidente, já pega o orçamento fechado”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.