Tamanho do texto

"Não tem mais essa de dança de técnicos. A filosofia é totalmente diferente agora", afirmou presidente do clube

A diretoria do São Caetano descartou qualquer possibilidade de demitir o técnico Vadão na sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo com o treinador não conseguindo os resultados positivos que eram esperados, os dirigentes garantiram que manterão o comandante à frente do time.

"Não tem mais essa de dança de técnicos. A filosofia é totalmente diferente agora. O Vadão continua altamente prestigiado e ficará conosco até o fim do Campeonato Paulista", garantiu o presidente Nairo Ferreira de Souza.

Vadão chegou ao clube no fim de julho, quando o técnico Márcio Goiano pediu demissão após empatar em 3 a 3 com o Sport, na nona rodada, e deixar o São Caetano muito perto da zona do rebaixamento. Com uma apagada estreia na décima rodada da Série B, quando foi derrotado pelo Vila Nova por 2 a 0, o treinador ainda não emplacou na competição, o que deixa os torcedores muito apreensivos com relação ao futuro da equipe.

Segundo o presidente do São Caetano, o time está sofrendo muito com a má sorte do futebol. Mesmo assim, o cartola acredita que o time irá voltar a vencer e se recuperar no campeonato.

"No último jogo, fizemos o gol do empate contra o Vitória aos 46 minutos do segundo tempo. Isso pode ser bom presságio. O time tem indo bem e está forte. Má fase é coisa do futebol", completou o dirigente.

Após empatar em 2 a 2 com o Vitória, no último sábado, no Anacleto Campanella, o São Caetano ocupa a 18ª colocação, com 20 pontos ganhos. Para as próximas partidas, Vadão deverá promover mudanças táticas que favoreçam a marcação da equipe, avaliada pelo técnico como o ponto fraco do time na competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.